Nos próximos capítulos de Segundo Sol, Remy (Vladimir Britcha) será assassinado. A autora intelectual do assassinato será Laureta (Adriana Esteves), o que fará com que Karola (Deborah Secco), amante de Remy, se sinta culpada pelo crime e se descontrole no velório.

Após levar uma série de catorze facadas, o corpo de Remy ficará desfigurado e para poupar os familiares e amigos de vê-lo nesse estado, o caixão do irmão de Beto Falcão [VIDEO] (Emílio Dantas) será lacrado.

Naná (Arlete Salles) ficará desesperada ao ver que não terá como se despedir do filho. No velório, haverá uma grande confusão. Mulheres aparecerão na cerimônia fúnebre alegando que são ex de Remy, deixando muita gente surpresa e indignada, a começar por Karola [VIDEO].

Briga de Dodô e Nestor

Dodô (José de Abreu) também terá um ataque e brigará com Nestor, o expulsando do velório de seu filho ao vê-lo se oferecendo para segurar a alça do caixão, pois Clóvis (Luis Lobianco) não aguentará o peso sozinho. Abalada com a morte de Remy e ainda revoltada com a traição do marido, Naná interferirá, revelando para Dodô que Nestor é o pai de seu filho mais velho, fato que deixará o mulherengo em choque, uma vez que ele pensava que a mulher jamais tinha o traído.

Naná gritará para todos do velório que não ouviram errado e que Remy era sim filho de Nestor e por isso o farmacêutico tem tanto direito quanto ela de se despedir do rapaz. Os irmãos de Remy ficarão sem reação, assustados, tentando processar a informação de que o irmão que morreu há poucas horas, na verdade era um meio irmão.

Dodô confrontará o rival, perguntando se ele sabia dessa safadeza, mas Naná responderá em seu lugar, alegando que o farmacêutico sabia de toda a verdade, mas teve a dignidade e decência de se calar para não causar problemas para ela, pois achava que a ex vivia um matrimonio feliz com o seu marido mulherengo.

Ainda incrédulo, Dodô se recusa a deixar o rival segurar a alça do caixão de Remy até o crematório e vai em seu lugar, alegando que o rapaz era seu filho. Muito triste, Nestor reconhece que Dodô também foi o pai de Remy, uma vez que o amou e o criou como filho.

Na cena da cremação, Dodô, Beto, Ionan e Valentim colocam o caixão de Remy sob a esteira, que vai lentamente levando-o em direção ao fogo, até que desaparece. Todos choram. Naná é amparada por Karola, enquanto Dodô fica ao lado dos filhos. Distante, Nestor observa tudo chorando, sem poder fazer nada e sem coragem para dizer nenhuma palavra.

As cenas do velório e cremação de Remy estão previstas para irem ao ar entre os dias 10 e 11 de setembro, podendo sofrer alterações, devido ao processo de edição da TV Globo.