Um Acidente envolvendo dois barcos durante as gravações de 'Aruanas', série da Rede Globo, acabou em morte na Amazônia. A obra, que será estrelada por Taís Araújo, Débora Falabella e Leandra Leal, e falará de três ativistas que lutam pela defesa do meio ambiente, precisou ter suas gravações interrompidas após a morte de Lucas Henrique Xavier Cardoso, que estava em um barco da produção quando ele se chocou com outra embarcação.

Comunicado oficial

A A CGCom (Central Globo de Comunicação), responsável pelas gravações da série, enviou um comunicado oficial para a imprensa nesta quinta-feira (13) e falou sobre o acidente. Segundo divulgaram, Lucas estava na embarcação da equipe quando houve o choque com outro barco.

Além do homem, Paulo Henrique Xavier Cardoso também foi socorrido no local e mesmo com ferimentos acabou sobrevivendo. A Central Globo lamentou o acidente e anunciou o total apoio aos familiares da vítima. Finalizando a nota, foi informado que as gravações da série seriam interrompidas.

A série

Sem dada prevista para estrear, 'Aruanas' contará com Luiz Carlos Vasconcellos e Thainá Duarte no elenco. O que se sabe até agora sobre a sinopse da obra é que a trama contará a história de três ativistas de uma ONG (Taís Araújo, Leandra Leal e Débora Falabella) que lutarão contra uma quadrilha responsável por crimes ambientais na Amazônia. A série tem criação e roteiro de Estela Renner e Marcos Nisti, assinada por Pedro Barros e dirigida por Pedro Barros.

Em seu Instagram, Leandra Leal divulgou uma foto, na última quarta-feira (12), em que mostrou um barco usado nas gravações e legendou com um poema do amazonenses Thiago Mello: "Água do Solimões que vem do Peru, Entra no Brasil todo soberano, Quando chega pertinho de Manaus, se encontra com o Negro, e não quer saber de abraço; território de mistério: as barrentas dele e as negríssimas do outro, não se misturam jamais: mas é delas que se faz o Amazonas propriamente dito", escreveu a atriz.

Leandra Leal [VIDEO], uma das protagonistas de 'Aruanas', será responsável na série por juntar provas para colocar na cadeia os criminosos que trabalham ilegalmente em um garimpo local causando danos ao meio ambiente. A autora da série, Estela Renner, também é uma das fundadoras da produtora Maria Farinha Filmes, responsável pelas gravações da série. Ela também lamentou a morte do funcionário e se solidarizou com a família do rapaz.