Quem acompanha a novela Malhação, exibida no final de tarde da Rede Globo, lembra-se da boa atuação de Maria Gabrielli Machado na série Viva a Diferença, mas não conhecia o drama que a atriz está vivendo em sua vida pessoal.

Maria é irmã do jogador de futebol Fernandinho, que esteve na Copa do Mundo da Rússia defendendo as cores da seleção brasileira. Aos 22 anos, a atriz falou sobre aborto espontâneo, depressão e revelou uma tentativa de suicídio.

Nesta sexta-feira (21), ela usou as redes sociais para falar sobre sua situação.

Publicidade

A atriz revelou que sofre de depressão desde antes da primeira gravidez. Segundo ela, os problemas psicológicos foram desencadeados por uma série de coisas e um trauma particular sério.

Maria afirmou que encontrou conforto em seus estudos e que se entupia de atividades que serviam como anestésico para a dor que sentia. Segundo ela, não adiantou muito e passou a sofrer com ansiedade.

Esta ansiedade evoluiu para depressão e esse é um sintoma que todos devem tomar cuidado. A irmã de Fernandinho afirmou que a depressão a levou a uma tentativa de suicídio.

Ela escolheu lidar com a dor sozinha.

Segundo especialistas, a melhor forma de lidar com uma doença como a depressão é se abrindo com pessoas de confiança e se tratando com um profissional. Maria saiu da casa dos pais, foi para o Rio de Janeiro. Por lá, estudou teatro e buscou tratamento psicológico.

O tratamento, porém, ficou de lado depois que ela alegou agenda apertada e suspendeu o auxílio médico. Depois de participar de "Malhação", ela ficou noiva e engravidou. No texto, ela diz que o momento era complicado.

Publicidade

Aborto espontâneo

A atriz revelou que quando soube que o coração do bebê que estava em sua barriga havia parado de beber seu mundo desabou. Ela disse que chegou a questionar Deus por tudo o que estava acontecendo em sua vida.

Segundo a atriz, a morte de seu filho a fez perceber como sua situação estava ruim. Foi aí que ela decidiu pedir ajuda para a mãe e compartilhou sua situação com os seguidores na rede social.

A atriz afirma que seu filho foi um anjo em sua vida, que a libertou da prisão a qual ela estava envolvida.

Maria termina o texto afirmando que depressão é coisa séria e que pensamento suicida não é fraqueza.

Neste mês de setembro, em que a campanha Setembro Amarelo tem ganhado destaque na imprensa, relatos como o da atriz ajudam muitas pessoas a entenderem que depressão é uma doença séria, que precisa ser tratada o quanto antes.