Na manhã desta segunda-feira (10), aconteceu a cerimônia de velório do funkeiro Mr. Catra e a situação acabou ficando um pouco tensa por conta da atitude de alguns fãs. O velório foi realizado em Guarulhos, na Grande São Paulo e amigos e familiares davam o último adeus ao músico. De repente, algumas pessoas começaram a tirar foto [VIDEO] dele no caixão e isso causou revolta nos familiares do funkeiro, que viram uma falta de respeito com a dor deles.

A equipe de Catra então decidiu agir e pediu para que as pessoas desconhecidas fossem embora do local. Houve um pequeno tumulto, já que houve resistência e bate-boca.

Uma jornalista, que prefere não se identificar, contou que a família de Catra também teria a ameaçado.

Entretanto, aos poucos a situação foi voltando ao normal e as homenagens ao artista continuaram.

Mr. Catra deixou 32 filhos e três esposas. A sua vida particular foi motivo de muita polêmica diante da quantidade de herdeiros. Mas os filhos afirmam que ele sempre levou tudo com muito bom humor e fez de tudo para estar junto com cada um deles enquanto pôde. Alguns dos filhos prestaram homenagens ao pai através das redes sociais, deixando mensagens e falando da saudade que sentiam.

Levado ao Rio

O corpo do cantor seguiu por volta das 14h para o Rio de Janeiro, onde será velado no Teatro João Caetano. Está previsto que o enterro aconteça às 10h desta terça-feira (11).

Wagner Domingues Costa, o eterno Mr. Catra, morreu com 49 anos de idade vítima de um câncer no estômago. Na época em que surgiu a doença, 2017, ele decidiu reduzir o número de cigarros e parou de beber para que fossem feitas as sessões de quimioterapia.

Seu principal sucesso foi a música "Uh Papai Chegou".Ele também fez várias paródias de algumas de suas músicas alegrando os seus fãs.

Famosos lamentam a morte dele

Querido por muitas pessoas, Mr. Catra também era reverenciado pelos outros artistas [VIDEO]. A funkeira Valeska Popozuda se emocionou com a notícia de sua morte e chorou muito. Através de seu Instagram ele escreveu: "Pensa em um cara incrível".

Tati Quebra-Barraco também lamentou a morte dele fazendo uma homenagem através do Twitter.

Mc Fioti disse que Catra fez muito pelo funk e estará sempre vivo no coração das pessoas. Segundo sua postagem, ele ressaltou que o funkeiro será sempre lembrado por todos com muito carinho.

Nego do Borel enviou uma mensagem de apoio aos familiares e afirmou que Catra foi um professor no mundo do funk.