Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República, foi vítima de um ataque durante uma visita a Juiz de Fora, Minas Gerais, para o cumprimento de sua agenda política. Na ocasião, o deputado foi esfaqueado em meio ao tumulto causado na cidade diante de sua presença. Segundo o filho de Bolsonaro, informou em seu Twitter, o atentado não teria tido gravidade, mas após ser atendido pela equipe médica do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG), o candidato precisou passar por uma cirurgia devido a faca ter perfurado o seu fígado.

Publicidade
Publicidade

O atentado a Bolsonaro

Uma enorme confusão se formou com a presença de Jair Bolsonaro em Juiz de Fora. O candidato do PSL-RJ que teria ido a Minas Gerais para um almoço de negócios e uma visita ao hospital filantrópico da Associação Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer (ASCOMCER) acabou sendo vítima de uma ataque em meio à multidão.

Vídeos que circularam na internet mostraram o exato momento em que Bolsonaro foi atingido e saiu em meio à multidão, carregado por um grupo de pessoas.

Publicidade

A notícia tomou enorme repercussão na imprensa e o filho do deputado, Flávio Bolsonaro, em suas redes sociais, deu as primeiras informações sobre o estado de saúde do pai e explicou: 'Graças a Deus, foi apenas superficial e ele pesa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós!'.

Porém novas informações atualizaram o estado de saúde de Jair Bolsonaro e, segundo o site 'G1', o presidenciável precisou passar por uma cirurgia após ter o fígado perfurado pela faca usada pelo autor do crime.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

O estado de saúde do deputado

Após ter o abdômen perfurado por em meio ao tumulto causado em Juiz de Fora, Jair Bolsonaro precisou passar por um procedimento chamado laparotomia exploratória. Segundo entrevista rápida do porta-voz do hospital, as lesões podem ser no fígado e na alça intestinal, e o que a princípio parecia ser um ferimento sem gravidade pode trazer riscos a Bolsonaro, caso os dois ferimentos se confirmem na cirurgia, uma vez que as lesões podem causar um sangramento interno.

Jair segue hospitalizado e, até o momento, sem previsão para alta.

Após tomar ciência do real estado de saúde do pai, Flávio voltou a postar nas redes sociais e atualizou a situação de Jair Bolsonaro após ser esfaqueado:

O homem que teria esfaqueado Jair Bolsonaro já foi identificado e detido, segundo a Polícia Federal de Minas Gerais.

Publicidade

A PF não divulgou a identidade do agressor, mas segundo a Polícia Civil mineira, trata-se de Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo