Os torcedores do Corinthians têm um novo inimigo. Trata-se do jornalista da Globo, José Roberto Burnier, que apresenta um telejornal no canal fechado da emissora, a Globonews.

No “Globonews em Ponto”, Burnier interagiu com um repórter da emissora que falaria sobre o roubo acontecido na Arena Corinthians, na madrugada de domingo (2). O comentário do jornalista não foi bem aceito.

Burnier perguntou se a polícia já tinha alguma pista dos criminosos e emendou: “estão roubando o próprio time agora, é isso?” [VIDEO], perguntou. Os corintianos não receberam bem a pergunta em forma de piada feita pelo jornalista veterano.

Nas redes sociais, muitos alvinegros criticaram a atitude de Burnier e estranharam um jornalista tão sério quanto ele fazer esse tipo de piada.

Alguns deles cobram alguma atitude da direção da equipe paulista.

As críticas chegaram até mesmo ao Wikipédia [VIDEO]. No verbete sobre José Roberto Burnier está escrito que ele será demitido após comentário preconceituoso sobre o assalto no estádio corintiano. Em nota, a Globonews afirmou que o apresentador jamais teve a ideia de ofender a torcida corintiana.

Mas ele admite que, no improviso, acabou fazendo uma piada indevida, que não reflete seu pensamento. Na nota, a emissora afirma que Burnier pede desculpas pelo comentário. Resta saber se os corintianos vão aceitar esse pedido.

Assalto à Arena Corinthians

No sábado (1º) à noite, o Corinthians recebeu o Atlético-MG pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro e empatou por 1 a 1, com gol do time comandado por Osmar Loss feito por Pedrinho.

O jogo foi comemorativo, já que o Timão completou 108 anos de vida neste dia.

Após a partida, na madrugada de domingo, três homens renderam 30 funcionários que estavam trabalhando na Arena e levaram R$ 165 mil em dinheiro da empresa responsável pelas lojas de alimento do clube. Ninguém ficou ferido durante o roubo.

Segundo o Corinthians, em nota, durante a fuga um funcionário foi feito refém e os bandidos tentaram utilizar o carro da empresa, que parou devido ao alarme. Os ladrões largaram o carro e o funcionário e fugiram a pé.

O Corinthians cedeu as imagens das câmeras do circuito de segurança interna para a polícia. As imagens já foram até divulgadas em telejornais de diversas emissoras. A polícia investiga o caso e acredita que os ladrões conheciam o local pela forma como caminharam nas dependências da Arena.

A empresa de alimentação registrou Boletim de Ocorrência no 24º Distrito Policial de São Paulo.