Considerados por milhões de brasileiros como um dos maiores "fofoqueiros" em atuação na TV aberta na atualidade, Leo Dias, de 43 anos de idade, enfrenta um dos momentos mais delicados de sua vida.

O jornalista e apresentador, que ganhou fama nacional por falar abertamente e de forma direta da vida das celebridades, se encontra no auge de sua carreira, mas, por conta de problemas com o uso de drogas, precisará dar uma pausa em sua vida artística e se manter recluso se submetendo a um tratamento intenso a fim de se livrar do vício.

Publicidade
Publicidade

Dependente químico desde o ano de 2001, quando residia na Austrália, essa será a segunda internação de Leo Dias com o intuito de se livrar do uso de drogas. O jornalista, que outrora já se internou em uma clínica do Rio de Janeiro, desta vez buscará sua reabilitação em uma renomada clínica situada no interior de São Paulo.

Leo aceita se tratar para tentar se livrar das drogas

Querido pelo público que o acompanha, pelos colegas de emissora e pelo patrão Silvio Santos, Leo Dias, que estava prestes a ser demitido do SBT, segundo informações passadas pelo próprio, recebeu uma espécie de segunda chance de ninguém mais, ninguém menos do que o dono do SBT.

Publicidade

Bastante elogiado por Silvio Santos e tendo seu talento e profissionalismo reconhecidos pelo patrão, Leo se comprometeu a iniciar um tratamento "revolucionário" e inovador contra seu vício em cocaína.

Tratamento contra vício em cocaína pode matar

A partir da próxima segunda-feira (17), Leo Dias se internará em uma clínica de reabilitação no interior de São Paulo e fará o tratamento à base de ibogaína.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Fofocas

A ibogaína é formada a partir da iboga, uma raiz cultivada na África Central e muito utilizada por curandeiros africanos para a cura de males e libertação de possessão maligna. Podendo causar uma série de alucinações, a substância apresenta diversos riscos. Leo está ciente e afirma não ter medo.

Confiante de sua recuperação, Dias se mostra ansioso pelo início do tratamento à base da substância africana.

Segundo uma pesquisa científica realizada em 2013 pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), 61% dos pacientes toxicômanos que fizeram uso monitorado de um comprimido à base de ibogaína conseguiram se livrar do vício.

Leo Dias desabafa na rede social

Disposto a fazer jus a nova chance dada pela vida, bem como pelo próprio patrão, o jornalista e apresentador do "Fofocalizando" falou abertamente a respeito do assunto durante um desabafo emocionante em seu perfil oficial do Instagram.

Publicidade

Utilizando a rede social, Leo Dias, que coleciona 1,6 milhões de seguidores na web, falou sobre o tratamento revolucionário e importado pelo qual se submeterá: "Já me senti tantas vezes à beira da morte. Essa vai ser só mais uma. Eu estou cagando de medo. Não da morte, mas do meu cérebro. Minha maior virtude é meu cérebro, sou um jornalista muito rápido. Morro de medo de sair de lá zoado.".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo