Betinha (Cleo) está mesmo disposta a se livrar de uma vez por todas da mocinha Marocas (Juliana Paiva) em “O Tempo Não Para”, trama das 19 horas, [VIDEO] exibida pela Rede Globo. E para se livrar da rival, a vilã, juntamente com seu novo amante, Lalá (Micael), armará um plano para matá-la. O rapaz se sentirá totalmente seduzido pela amante, porém a ideia de tirar a vida de uma pessoa lhe deixará em pânico. As cenas estão previstas para irem ao ar no capítulo do dia 27 de setembro.

Depois de ir para a cama com o malandro, Betina verá nele a peça necessária para se livrar de Marocas, a quem jurou vingança por ela ter sido responsável da rejeição de seu ex-noivo Samuca (Nicolas Prattes).

Em frente ao cortiço onde Marocas passou a viver, a vilã mais uma vez jura vingança. “Eu vou acabar com a sua vida, sua sonsa, Bela Adormecida do inferno” esbraveja a executiva, momento em que Lala chega e questiona sua presença no local. “Vim atrás da dorminhoca”, responde a vilã, que aos beijo e abraços com o malandro não perde a oportunidade de tentar convencer o rapaz, que está totalmente seduzido, a cometer o crime.

"Você gosta de mim, Lalá?", pergunta Betina. [VIDEO] "Fico doido", responderá ele, já totalmente envolvido. “Me ama? Faria qualquer coisa por mim, por esse amor?”, segue insistindo a executiva, que ouve de Lalá que ele faria de tudo por ela. “E matar? Você é capaz de matar por mim”, segue ela provocando.

Ainda entregue aos beijos ele responde que sim, porém Betina questiona sua palavra e interrompe o clima de romance afirmando que ele é como todo homem, que promete, mas não cumpre.

Evidente que isso também faz parte do plano de sedução da vilã, que quer ter mesmo a prova de que o malandro é capaz de fazer o que lhe foi proposto. “Eu vou... Mas volto. No dia que você for um homem de verdade”, provoca ela, indo embora. “Eu faço o que você quiser!”, implorará o rapaz, vendo a amada se afastar.

Malandrão irá “amarelar”

Ainda no capítulo previsto para o dia 27, Betina e Lalá voltarão a se encontrar. Ela questionará se ele está disposto a fazer o que foi lhe pedido, mas o malandro irá amarelar desistir de cometer o crime. “Nunca matei. Nem vou matar”, disse ele. Ela ainda tenta convencê-lo a mudar de ideia, o fazendo lembrar que havia dito que faria tudo por ela, mas sem sucesso. Irritada, Betina não poupará palavras para demonstrar toda sua raiva com a recusa do amante. “Você é um covarde! Não vai servir pra nada, porque é um inútil. Ralé!”