Dono de um histórico recente de abuso de substâncias ilícitas, o rapper Mac Miller foi encontrado morto em sua casa, nesta sexta-feira (7), em Los Angeles, nos Estados Unidos [VIDEO]. Ele tinha 26 anos, foi namorado da cantora Ariana Grande, relacionamento que teve fim no último mês de maio e foi seguido de algumas polêmicas e confusão. Suspeita-se que a causa do óbito tenha sido por conta de uma overdose.

O site americano TMZ, especializado em música, publicou uma reportagem a qual relatada que as autoridades locais teriam recebido uma ligação oriunda da casa do rapper, em San Fernando Valley, em Los Angeles. O site trouxe ainda o áudio da ligação do pedido de socorro, onde é possível ouvir um pedido de socorro para parada cardíaca.

As autoridades constataram a morte do cantor no próprio local.

Mac Miller, nome artístico de Malcolm James McCormick, nasceu em 19 de janeiro de 1992, na cidade americana de em Pittsburgh. Em 2011, aos 19 anos, lançou seu primeiro disco, batizado de "Blue Slide Park. Depois ainda lançou mais quatro trabalhos: "Watching Movies with the Sound Off”, em 2013, “GO:OD AM" de 2015, e “The Divine Feminine”, em 2016, além do mais recente e “Swimming”, que saiu no último mês de agosto e seria a base da nova turnê do artista, programada para ter início no final do próximo mês.

Em maio, pouco após o termino do relacionamento com Ariana, o rapper se evolveu em um acidente de trânsito. Dirigindo sob o efeito de drogas, ele fugiu do local, mas foi preso em sua casa [VIDEO], onde confessou tudo aos policiais.

Na época, em uma entrevista, ele se desculpou e disse que “cometeu um erro estúpido”, mas estava feliz por “ter batido naquele poste para que tudo aquilo parasse”.

Na quinta-feira (6), um dia antes da morte do rapper, o site Vulture havia publicado um extenso perfil da vida do artista, onde ele comentava, dentre outras coisas, da pressão da vida pública e para se manter no padrão de vida que ele imaginava que deveria ser. “Isso cria muita pressão”, disse.

Em março deste ano ele passou pelo Brasil, onde se apresentou no festival Lollapalooza, onde pediu para o publico gritar palavras de protesto contra o presidente americano Donald Trump.

Artistas lamentam morte de Mac Miller

Após a divulgação da morte de Mac Miller, muitos artistas usaram as redes sociais para lamentar a perda do rapper. “Vida longa a Mac Miller, descanse em paz. Nós te amamos”, postou Jaden Smith.

Já Chance the Rapper publicou um logo texto onde dizia assustado com a morte repentina do artista e ainda lembrou dele o ter ajudado no lançamento de sua carreira. “Foi o cara mais doce que conheci. Um ótimo homem”, escreveu.