Um acidente ocorrido na tarde deste domingo (21), [VIDEO] na rodovia Altino Arantes (SP-351), em Batatais, no interior de São Paulo, matou os irmãos que formavam a dupla sertaneja Fábio & Guilherme. O veículo em que eles viajavam bateu de frente com um caminhão e foi arrastado por vários metros, as vítimas morreram no local, presas às ferragens.

De acordo com informações passadas pela Polícia Rodoviária, o Honda Civic em que estavam os irmãos perdeu o controle, invadiu a pista contrária e bateu em um caminhão, sendo ainda arrastados e só parando em um matagal, ao lado do acostamento. O motorista do caminhão envolvido na batida, que seguia em direção a Altinópolis, não se machucou.

A Polícia Civil investigará as causas do acidente. [VIDEO]

Os corpos dos artistas foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros e levados para o Instituto Médico Legal de Marília, onde passariam por necropsia. Eles devem ser levados para a cidade de Passos, em Minas Gerais, cidade natal da dupla e onde serão sepultados.

Comoção nas redes sociais

Muitos fãs da dupla sertaneja usaram as redes sociais para lamentar a morte dos artistas, postando mensagens e homenagens em suas páginas que contam com mais de seis mil seguidores no Facebook e mais de três mil no Instagram.

Conhecidos como os “Gordinhos”, Fábio e Guilherme iniciaram a carreira no ano de 2009 e chegaram a lançar um CD. O hit mais conhecido da dupla, chamado Toalhinha, conta com mais de 15 mil visualizações no YouTube.

Outros cantores sertanejos vítimas de acidentes nas rodovias paulistas

Fábio & Guilherme não são os primeiros cantores sertanejos a morrerem em acidente em rodovias do estado de São Paulo.

Em julho do ano passado, na altura da cidade de Itatiba, o cantor Fernando Ferraz Barbosa, de 35 anos, morreu depois que o Hyundai i30, que ele conduzia, invadiu a pista contrária da rodovia Alkindar Monteiro Junqueira e bateu de frente em duas motos, os dois ocupantes de uma delas, também vieram a falecer.

No entanto, a perda do artista mais famoso aconteceu há mais de 20 anos. No dia 12 de setembro de 1997, o cantor João Paulo, com quem fazia dupla com Daniel, voltava para Brotas após realizar um show em São Caetano do Sul, no ABC paulista, quando na altura do quilômetro 40 da Rodovia dos Bandeirantes, no trecho de Franco da Rocha, o veículo em que ele estava capotou várias vezes e sem conseguir sair das ferragens, o artista morreu carbonizado após o carro pegar fogo.