Pouco mais de três meses após se casarem, a modelo Tati Minerato e o empresário Marcelo Galatico estão atravessando processo de separação. Quem confirmou tal informação foi Regina Minerato, mãe e assessoria da vencedora do Power Couple Brasil, da TV Record. O casal mantinha um relacionamento de dez anos, porém a união só foi oficializada poucos dias depois do final do reality, em uma cerimônia surpresa, realizada em São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

“Eles tinham uma união estável (...) mas não estão mais juntos.

Publicidade

Estão em processo de separação”, disse Regina em entrevista ao portal UOL. De acordo com a assessora, o relacionamento entre o casal já vinha desgastado. Ela afirmou ainda que o processo é amigável e que eles seguem amigos. Por fim, a Regina revelou ainda que após a festa de casamento, aconteceram coisas e então Tati decidiu que seria melhor continuar solteira. Ela segue morando na casa quem vivia com Marcelo, na cidade de Arujá, no interior de São Paulo, mas que o empresário já deixou o imóvel.

Em participação ao programa Superpop, da Rede TV, Marcelo chegou a comentar que o reality da Record havia feito o casal “sair de tanque cheio”, uma vez que deu um gás no relacionamento entre eles. Na final, eles venceram o casal Aritana e Paulo.

Briga por causa de uma carta

Nem tudo foi romantismo para o casal durante o Reality Show da TV Record. Já na reta final do programa, Tati e Marcelo protagonizaram uma grande briga, tudo por conta de uma carta escrita pelos familiares da esposa.

O empresário não gostou nada do que sua cunhada, Ana Paula Minerato, escreveu e foi reclamar com Tati, que também não gostou do marido, que reclamava que a cunhada escreveu apenas pensando na irmã e não no casal como todo.

Publicidade

A esposa discordou, alegando que sua irmã também havia citado a família de Marcelo. Ele chegou a reler a carta e mudar de opinião, mas o estrago já estava feito e Tati seguiu chateada com o marido.

Expulsa da Gaviões

Marcelo Rocha, também conhecido como Marcelo Galatico, é diretor da Escola de Samba Gaviões da Fiel, onde Tati era a rainha da bateria até o início deste ano. Durante um ensaio técnico, ocorrido no sambódromo do Anhembi, ela se evolveu em uma briga coma imperatriz Renatta Teruel. Elas chegaram a trocar agressões e precisaram ser contidas por integrantes da escola.

No dia seguinte, a agremiação emitiu uma nota oficial afirmando que as duas não iriam participar do desfile deste ano.