Apesar das muitas críticas recebidas, principalmente nas redes sociais, Jair Bolsonaro vem ganhando apoio de pessoas conhecidas, só que desta vez, o nome de quem decidiu ficar ao lado do presidenciável causou grande polêmica. Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, filha de Gloria Perez, é o mais novo apoiador do candidato à Presidência da República pelo PSL.

Guilherme de Pádua disse que está impressionado com a quantidade de pessoas acreditando que Bolsonaro irá perseguir negros, gays e judeus, como se fosse Hitler.

Publicidade

Ele ainda comentou que se surpreende com os radicais, que acabam criando loucuras e levam muitas pessoas a acreditarem nisso, mas garantiu que as eleições serão decididas pelos moderados e não aqueles que são de direita ou esquerda.

"Querem um Brasil pacificado. Então, seja quem ganhar… Parece que a chance é maior do Bolsonaro", disse Guilherme, alegando que o candidato do PSL terá que governar para o povo e, se não for assim, os eleitores escolhem outro dentro de 4 anos.

Guilherme de Pádua foi condenado a 19 anos e 6 meses de prisão, acusado de matar a filha de Gloria Perez com várias facadas.

Pádua cumpriu um terço da pena e hoje é pastor evangélico.

O crime chocou o país e o apoio de Guilherme de Pádua a Bolsonaro resultou em uma onda de protestos no Twitter, onde muitos internautas o criticaram. Confira algumas das postagens.

José de Abreu se revolta

Quem se mostrou revoltado novamente foi o ator José de Abreu, que na semana passada trocou farpas com uma famosa atriz global.

Publicidade

José de Abreu resolveu citar os atores a favor de Bolsonaro, que ele considera um nazista.

Ele citou o nome de Guilherme de Pádua, Regina Duarte e Alexandre Frota. Para cada um destes, José de Abreu fez uma breve apresentação.

Para Guilherme, o ator disse que ele é o "matador da filha de Gloria Perez". Em relação a Regina Duarte, ele disse que ela apoia Temer e também o fim do Ministério da Cultura. E quanto a Frota, disse que ele será preso por não pagar pensão alimentícia.

Discussão de Abreu com Regina Duarte

Outra celebridade que revelou seu apoio a Bolsonaro foi a atriz Regina Duarte, ela até posou para foto ao lado do presidenciável e ele fez questão de compartilhar a imagem em seu perfil no Instagram.

Regina Duarte já deixou claro que nunca vota em candidato do Partido dos Trabalhadores e chegou a postar em seu perfil no Instagram uma foto ao lado de Bolsonaro, que já recebeu quase 200 mil curtidas e, claro, muitos comentários, entre elogios e críticas.

José de Abreu, indignado com a colega de profissão, fez questão de usar seu Twitter para mandar um recado direto à atriz, dizendo que seus colegas, sejam gays, lésbicos ou héteros, estão apavorados com o que chamou de "advento do fascismo" e que ninguém mais tem sossego para trabalhar, por causa desta ameaça que se aproxima.

Publicidade

"Não é admissível um colega de tantos anos não respeitar isso", concluiu o ator.