O rapper canadense Jon James McMurray faleceu no último sábado durante um acidente aéreo. O cantor realizava filmagens de seu novo trabalho e, para isso, fazia uma performance em pleno voo, do lado de fora da aeronave. Os assessores de imprensa de McMurray confirmaram o falecimento do cantor.

Polícia abre investigação

Momentos antes das gravações começarem, Jon James teria publicado uma série de vídeos no seu perfil no Instagram. Em um deles, o cantor fala sobre um dos aviões ter apresentado problema motivo pelo qual, supostamente, as gravações teriam começado com atraso.

Publicidade

A morte de Jon tornou-se alvo de investigação policial.

"Sua paixão por fazer videoclipes e realizar acrobacias se uniu, e Jon levou a música numa direção que era um território desconhecido", afirmava o comunicado oficial de sua equipe.

Gravação de clipe

O objetivo do vídeo era registrar o momento em que o músico andava sob a asa do avião e, simultaneamente, cantava seu novo hit. Na hora que tentava se equilibrar na asa do avião, sofreu a queda do avião de pequeno porte.

De acordo com a equipe do rapper, no momento das gravações, mesmo com treinamento "intensivo", o cantor caminhou muito próximo à beira da asa.

Isso fez com que a aeronave entrasse em um espiral. Como não houve tempo para o cantor abrir o paraquedas, ele caiu. O piloto conseguiu pousar o avião normalmente.

O corpo foi localizado algum tempo depois, em um terreno de plantações da província de Columbia, no Canadá.

A despedida do rapper

A família do cantor, juntamente com seus amigos, optou por realizar uma captação de fundos com o objetivo de fazer uma "celebração da vida" ao invés de realizar o tradicional funeral. O restante do valor ser utilizado para publicação da obra do músico, como também os vídeos gravados pelo artista.

Publicidade

O cantor de 34 anos, nasceu na cidade de Calgary, na província de Alberta e residia em Los Angeles, nos Estados Unidos. Jones era casado com Kali James, modelo da revista "Playboy".

Jon James era esquiador profissional mas, devido a diversas lesões e fraturas, decidiu mudar de profissão e foi para o meio artístico.

Ele deixa sua esposa, seus pais e seu irmão. Não houve registro de nenhuma outra vítima nesta tragédia.