Considerado por uma verdadeira legião de pessoas em todo o mundo como um dos maiores ídolos do Futebol nos últimos tempos, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. atualmente com 38 anos de idade, se tornou assunto na mídia mundial por conta de seu posicionamento político, que recentemente foi explícito em suas redes sociais e deu origem a uma série de comentários.

Não fazendo questão de esconder suas preferências, na noite do dia 06 de outubro, dia que antecedeu as Eleições, o ex-jogador expressou abertamente seu apoio ao candidato à presidência da República pelo PSL (Partido Social Liberal), Jair Bolsonaro, causando um verdadeiro alvoroço na web, bem como criando uma situação não muito agradável diante de seus patrocinadores e ex-times.

Publicidade

Ronaldinho Gaúcho causa ao declarar apoio ao candidato Jair Bolsonaro nas redes sociais

Adepto e bastante ativo nas redes sociais, o ex-craque dos gramados, que continua sendo uma das maiores referências no esporte a nível mundial, coleciona um amplo número de fãs e seguidores na web, beirando a casa dos 100 milhões de seguidores, se contabilizarmos seu sucesso e popularidade no Instagram. Twitter e Facebook.

Disposto a compartilhar tanto suas conquistas como suas preferências nas redes, Ronaldinho Gaúcho utilizou seu espaço nas redes sociais para declarar seu favoritismo a Bolsonaro na corrida presidencial.

Compartilhando publicamente uma imagem onde o mesmo aparece trajando uma camisa da Seleção Brasileira de Futebol com o número 17 nas costas, o ex-jogador bombou nas redes sociais e dividiu opiniões entre os internautas.

Deixando explícita sua predileção por Jair Bolsonaro, a publicação de Gaúcho foi curtida por milhões de pessoas, porém dividiu opinião entre seus contrantes.

Ronaldinho perde espaço no Barcelona por apoiar candidatura de Jair Bolsonaro

Intitulado embaixador do Futebol Clube Barcelona e uma das estrelas do Barça Legends, equipe de veteranos que faz amistosos ao redor do mundo, Ronaldinho Gaúcho terá suas aparições com a camisa do time espanhol significadamente reduzidas, como forma de punição pela exposição de sua preferência política.

Publicidade

Na segunda-feira (08), dia seguinte à apuração do primeiro turno da eleição, o apoio do jogador a Bolsonaro passou a ser discutido nos bastidores pela diretoria do Barcelona e mediante a todas as manifestações causadas pelo ato, todas as publicações referentes ao jogador foram suspensas pelo clube.

A presença de gaúcho em eventos do time e nos próximos jogos do Barça Legends não devem ser canceladas, mas o calendário de atividades pertinentes ao ex-craque será reduzido.