As emoções não param em 'Segundo Sol', principalmente nesta reta final, que as histórias precisam se encaminhar para o fim. Em especial, a vida dos Athayde sofrerá uma reviravolta sem precedentes. A tragédia assolou a família, com prisão de Severo, miséria de Roberval, mas Zefa não desistiu de unir a família. E isso ficará bem perto de acontecer, depois que todos passarem por novo perrengue, e juntos.

Três bandidos invadirão a casa dos Athayde e manterão todos amarrados e reféns. Eles usarão de violência psicológica e física para pressionar os moradores da casa.

Publicidade

Presos e amarrados, porém, eles viverão momentos de reflexão e muita coisa vai acontecer, dentre elas a reconciliação de Severo e Roberval e o ato de heroísmo de Rochelle, que conseguirá levantar pela primeira vez da cadeira de rodas.

Bandidos tocam o terror com os Athayde

Ao chegarem na casa, os homens procurarão por dinheiro, mas veem que ali moram pobres em casa de rico. Por conta disso, a tortura será maior. Eles ainda vão desfrutar das benesses da casa, até que Manu consiga acionar a polícia.

Neste ínterim, Severo e Robeval estarão frente a frente, atados, mas terão uma conversa tensa e, no fim, emocionante.

O filho revela o quanto o pai foi cruel com ele. Por outro lado, tem que ouvir tudo que já fez para Severo ao longo dos anos. Em determinado momento, um bandido que ouve a conversa desamarra o filho do empresário, lhe entrega uma arma e grita : 'Mata o papai', dirá. O empresário de diamantes titubeará e dirá que não é assassino. Ele será chamado de covarde e será amarrado novamente.

Publicidade

A partir daí, Severo diz que ele deveria tê-lo matado, já que ele não foi um bom pai e os dois se reconciliam.

Edgar também prometerá para Karen que será um marido melhor. Outro ponto alto será proporcionado pela jovem na cadeira de rodas. Um dos bandidos deixará sua arma na sala da casa, e Rochelle (Giovanna Lancellotti) se esforçará ao máximo para pegá-la, mesmo estando em uma cadeira de rodas. A patricinha cairá sobre o objeto, mas não conseguirá alcançá-lo facilmente devido à dificuldade motora provocada pela doença.

De toda forma, só o fato da jovem se levantar já será comemorado pela família. Ela será considerada a heroína da família.

Já entre os bandidos, um acertará um tiro de raspão em outro, por conta de uma briga. A tensão dominará a casa, um policial entrará, mas será rendido. Em paralelo, Roberval será pego como refém e levado como escudo humano. Um terrível acidente acontecerá, deixando o empresário entre a vida e a morte.

Mais notícias de Segundo Sol

Segundo Sol, resumo da semana de 22 a 27/10: Remy tem volta triunfal e Luzia acaba presa

Segundo Sol: com ciúmes, Agenor humilha Nice e toma surra de Vicente

Segundo Sol: Laureta conta segredo do passado sobre quem a abusou e como ficou milionária