A família Athayde está prestes a passar por momentos de tensão nos próximos capítulos de Segundo Sol, quando a mansão onde vivem será invadida por bandidos. Roberval (Fabrício Boliveira) tentará salvar os parentes mais ficará diante de uma difícil decisão ao ser obrigado pelos assaltantes a atirar contra o próprio pai. Mesmo com a relação difícil entre os dois, o milionário não será capaz de matar Severo (Odilon Wagner) e em uma cena emocionante, pai e filho selarão a paz.

Assaltantes invadem a mansão dos Athayde

Severo passará por maus bocados nos próximos capítulos de Segundo Sol ao ter uma arma apontada para si durante um assalto à mansão da família Athayde.

Publicidade

Bandidos invadirão o local e farão todos os moradores reféns, exceto Roberval que será o responsável por tentar livrar os parentes das garras dos bandidos.

O milionário notará toda a ação dos marginais e tentará salvar sua trupe, mas será surpreendido antes mesmo de poder colocar qualquer plano em ação. Ao perceberem que Roberval é filho de Severo, os bandidos darão uma arma na mão do empresário e exigirão que ele mate o próprio pai.

Roberval ficará apavorado com a ordem dos traficantes e irá se recusar a cumprir tal ordem cruel: "Eu não sou um assassino", dirá emocionado.

Diante da recusa do milionário, os traficantes ficarão irados e o amarrarão com cordas de frente a Severo. A partir daí os dois terão uma emocionante conversa e colocarão fim a toda rivalidade quem têm vivido nos últimos tempos.

Pai e filho se perdoam

Em meio a todo cenário de horror pelo qual estão passando, Roberval e Severo irão se desculpar por todas as farpas que já trocaram. O patriarca da família Athayde irá pedir perdão por não ter sido um bom pai e ter abandonado o filho com Zefa, para ser criado como um funcionário da mansão.

Publicidade

Além de reconhecer ter errado com o filho, Severo ainda assumirá a culpa de ter desabrigado diversas famílias ao construir um prédio ilegal que acabou desabando.

Roberval [VIDEO] pedirá que o pai se cale, mas Severo continuará com o desabafo e chamará o milionário de filho pela primeira vez ao, novamente, pedir desculpas. Roberval ficará emocionado: "Me perdoe também, meu pai!", dirá ao aceitar o pedido de desculpas do pai, confirmando também os seus próprios erros. Ao final da conversa o empresário, do ramo dos diamantes, pedirá para o pai que o olhe como filho e sorria, coisa que até então Severo nunca teria feito.

Os dois então selaram a paz e assumiram os laços de sangue que os unem em um momento de extrema emoção.