O programa Amor e Sexo, transmitido pela Rede Globo e apresentado pela gaúcha Fernanda Lima, está no ar desde de 2009. Entretanto, a atração vem registrando queda na audiência e perdendo para o concorrente A Fazenda, da Record. Segundo informações da colunista Keila Jimenez, do portal R7, a emissora carioca decidiu então não renovar a atração para mais uma temporada.

Em algumas terças-feiras, dia da semana que o programa é exibido na Globo, a atração chega a ocupar a terceira posição, logo atrás do SBT, do apresentador e empresário Silvio Santos.

Na última terça-feira (13), do horário das 23h13 e 0h08, a atração da Globo atingiu o patamar de 10,7 pontos de audiência.

Publicidade

Enquanto que SBT conquistou 11,2 pontos, exibindo parte do Programa do Ratinho e logo depois o Cine Espetacular. Por sua vez, a Record, do bispo Edir Macedo, liderou absolutamente com a atração de A Fazenda 10, tendo 12,9 pontos.

A título de esclarecimento, cada ponto corresponde a 72 mil domicílios da Grande São Paulo.

Uma avalanche de polêmicas sobre Fernanda Lima

Parece que o programa comandado pela Fernanda Lima foi destinado justamente para tratar de inúmeras polêmicas. Porém, com o agravante de que tais discordâncias acabaram fugindo do controle até mesmo da produção da TV platinada.

Exemplos não faltam como é o caso do cantor Eduardo Costa, que gravou um vídeo chamando a global de “imbecil” nas redes sociais depois que ela proferiu um discurso feminista no seu programa do dia 6 de novembro, abordando o preconceito e o machismo, mas que acabou sendo interpretado por muitos como algo puramente ideológico ou político.

A partir daí as redes sociais da apresentadora global foram atacadas com posts ofensivos por muitos internautas, que pediam o boicote ao programa Amor e Sexo, não adiantando de nada que vários artistas e fãs saíssem defendendo a apresentadora, a qual teve que desativar os comentários em seu Instagram, justamente onde o vídeo polêmico foi postado.

Publicidade

Veja o vídeo que viralizou com o depoimento de Fernanda Lima

Mais polêmicas e desafetos de Fernanda Lima

Na realidade, as críticas contra a mulher do ator Rodrigo Hilbert não tiveram início com Eduardo Costa, mas desde que ela gravou um outro vídeo a favor do movimento “Ele Não”, no transcurso das tensas eleições para presidente da República brasileira, atacando de modo contundente, o então deputado federal Jair Bolsonaro, e hoje eleito de modo esmagador, presidente do Brasil.

Em setembro passado, Fernanda afirmou com todas as letras que Bolsonaro representa o mais puro retrocesso em várias frentes dos direitos mais básicos dos indivíduos, conquistados a duras penas até agora.