A Rede Globo está tendo um sério problema com alguns artistas e uma tremenda dor de cabeça para poder manter as coisas em ordem. No canal carioca está surgindo um "racha" de viés político que está causando uma certa bagunça no elenco.

Com a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na eleição para Presidente da República, alguns atores e atrizes que eram contra as declarações e os projetos do capitão reformado estão se rebelando contra seus próprios colegas de trabalho.

Conforme declarou o jornalista Ricardo Feltrin, do portal UOL, artistas dito de "esquerda" estão causando um tipo de pressão nos bastidores. Eles querem que colegas acima e abaixo na hierarquia se recusem ou evitem trabalhar com artistas que votaram em Bolsonaro na eleição.

Entre os que estão sendo alvos desse tipo de ação dos colegas, citamos a atriz Regina Duarte, que declarou apoio em Bolsonaro e criticou o movimento #EleNão, que teria como foco tirar votos do capitão, afirmando que ele é homofóbico, racista e preconceituoso.

Para se ter uma ideia do clima que envolve a emissora, artistas que estão sendo convidados para futuras produções, por exemplo, exigem saber quem serão os colegas que estarão atuando junto com eles. De acordo com as informações, eles se negam a contracenar com atores ou atrizes chamados, por eles, de "fascistas".

Programa musical também é alvo

Não é só na dramaturgia que isso está causando conflito.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Jair Bolsonaro

O apresentador Márcio Garcia é um dos que estão no alvo desses antibolsonaristas. Isso tudo devido ele aparecer em uma foto beijando o então candidato Jair Bolsonaro.

De acordo com as informações, caso haja uma nova temporada do programa Tamanho Família, a produção terá sérias dificuldades de conseguir convidados para a atração. Contudo, existe uma pressão enorme para que o programa nem tenha mais outra temporada em 2019. Seria já um tipo de boicote ao apresentador.

Artistas na mira

Alguns artistas que apoiaram Bolsonaro estão na mira desses artistas de "esquerda". Eles atuam nos bastidores para que programas musicais não convidem mais esses cantores. Os convidados que poderiam ser prejudicados seriam: Gusttavo Lima, Marília Mendonça, Zezé Di Camargo, Ferrugem, Jammil, Eduardo Costa, Ana Paula Valadão, Tati Zaqui e Latino.

A Rede Globo nunca teve esse tipo de problema na emissora e também nunca boicotou algum artista pelo tipo de viés político dele. Entretanto, o clima lá é tenso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo