Rodrigo Phavanello teve um papo bastante informal e quente com Antonia Fontenelle, no programa Na Cama da Gata, que a atriz mantém no YouTube.

Quente porque a maior parte do bate-papo girou em torno da vida sexual e amorosa do rapaz que, tomando um vinho e conduzido por Fontenelle, contou muitas de suas aventuras.

Relacionamento com Claudia Jimenez

Quando perguntando se foi muito julgado por ser o galã de novela que namora a atriz mais velha e fora dos padrões de beleza da sociedade, ele respondeu que sim, que sofreu bastante preconceito, inclusive por sua própria família.

Publicidade

Ele emendou dizendo que, à época, ele não quis nem saber do que os amigos e familiares achavam porque, quando a amizade com Claudia passou de amizade para namoro, ele já estava extremamente apaixonado por ela.

Phavanello disse que saber da vida da artista, das rejeições que sofreu na adolescência e o fato de ter ido buscar consolo em braços femininos, acabou fazendo com que ficasse muito envolvido. Ainda revelou para Fontenelle que acredita ter sido o primeiro homem na vida de Claudia Gimenez, que até então, de acordo com o rapaz, só havia se envolvido com mulheres.

Ele termina dizendo que o Relacionamento de ambos foi uma troca incrível que aconteceu na vida de ambos e ele fez questão de viver isso até o final, independente do que os outros achassem.

Outros relacionamentos

Rodrigo falou também de algumas de suas aventuras sexuais, dizendo que era tímido e feio, mas uma mulher o olhou e resolveu ir para a cama com ele. Essa mulher teria sido sua professora de Ciências, para choque total de Antonia, que repetiu olhando para a câmera: "a professora de Ciências do Pavanello tirou a virgindade dele!" para na sequência perguntar a idade da professora.

Publicidade

Pavanello disse que ele tinha 14 e a professora deveria ter uns 30 ou 31 anos. Tudo aconteceu no interior de São Paulo, em Campinas. Quando perguntado sobre o que o atrai numa mulher o ator respondeu que a mulher tem que ter um lado de personalidade muito forte.

O rapaz ainda contou que teve uma experiência com uma moça do Banana Split, na época do Dominó, que foi meio sobrenatural.

Ele afirmou que 'baixou uma pomba-gira na menina’, relatando que as bolinhas da mesa de bilhar que havia numa sala começaram a se movimentar sozinhas.

Muitas gargalhadas e outras revelações aconteceram durante todo o período de bate-papo, que durou aproximadamente meia hora. Confira a entrevista na íntegra: