A morte de um cachorro em uma unidade do Carrefour em Osasco, na Grande São Paulo, está provocando uma onda de protestos nas redes sociais e não são apenas os anônimos que estão cobrando uma posição da empresa, várias famosas estão se unindo à causa. Um segurança do supermercado é suspeito de espancar e envenenar um cachorro e até algumas ativistas foram pessoalmente ao local protestar.

Bruna Marquezine é uma das famosas que foi às redes sociais do Carrefour e cobrou uma posição da empresa. "Se pronunciem! Se responsabilizem!", escreveu a atriz, pedindo para eles não ficarem enviando "respostas frias" e fazerem algo de verdade, podendo inclusive ajudar a organizações que cuidam de animais abandonados nas ruas.

Publicidade

Tatá Werneck também reclamou com a empresa e disse que eles deveriam ser mais humanos e fazer uma declaração sobre o caso, informar o que será feito e mostrar que não são coniventes com a atitude do sujeito acusado de matar o cachorro.

Kéfera é outra famosa que questionou a empresa sobre tomar alguma atitude sobre o caso e avisou que não irá se calar. Yasmin Brunet também enviou sua reclamação para o Carrefour e Fernanda Paes Leme disse que eles poderiam parar de segui-la e avisou que nunca mais entrará no supermercado.

O apresentador Luciano Huck, compartilhou com seus quase 15 milhões de seguidores no Instagram uma caricatura do cachorro morto e escreveu na legenda: "Chocado. É muita crueldade".

Luisa Mell divulga imagens

Uma das mais conhecidas ativistas no Brasil, Luisa Mell, conseguiu ter acesso às imagens das câmeras de segurança da unidade do Carrefour em Osasco e ficou chocada com o que viu.

Ela chegou a compartilhar algumas destas imagens com seus seguidores nas redes sociais, inclusive uma em que o segurança aparece perseguindo o cãozinho.

Publicidade

"Eu estou passando mal com as imagens do ocorrido", disse Luisa.

Na postagem de um vídeo, a ativista disse que foi com o jurista Fernando Capez até a delegacia de Osasco e saiu do local em choque com o que viu. Ainda segundo Luisa, a associação de advogados criminalistas irão entrar com uma ação de maus tratos contra o segurança suspeito de matar o cachorro e com uma ação de danos morais coletivos contra a rede de supermercados Carrefour.

Outro famoso que se pronunciou a respeito do caso foi o youtuber Whindersson Nunes, só que ele foi bastante criticado pela forma como abordou o assunto.

Whindersson saiu em defesa do Carrefour, alegando que não é a empresa inteira que tem culpa e foi detonado nas redes sociais.