As gravações da série Shippados, da Rede Globo, tiveram que ser suspensas nesta terça-feira (11). O motivo causou preocupação em toda a equipe após um funcionário ser morto quando estava chegando em sua casa, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Conforme as informações da Central Globo, as gravações em Maricá tiveram que ser canceladas para que fosse feita uma investigação criminal. Francis Ferreira de Souza, que trabalhava como eletricista na equipe, foi baleado quando estava prestes a chegar em sua casa.

Publicidade

Ele havia saído de um jantar com seu colega Carlos Niedson Faria Adell, que teria se ferido na perna. Francis não aguentou os ferimentos e faleceu na hora. Seu colega foi levado ao hospital.

Como o crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de São Gonçalo, os policiais acharam melhor a suspensão das gravações para que tudo seja averiguado.

A série

A série Shippados foi escrita por Fernanda Young e Alexandre Machado. Os atores principais são Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch. A série conta a história de uma funcionária de supermercado chamada Rita (Tatá Werneck) que busca conseguir um namorado através de um aplicativo de celular.

Vários fatos são contados em relação a isso até que a moça encontra o personagem de Eduardo, chamado de Enzo. Aos poucos, eles vão se conhecendo e descobrem que possuem várias afinidades, como por exemplo, o azar no amor.

De acordo com Tatá, sua personagem é uma youtuber que divide frustrações na internet. Ela possui diversas dificuldades em convívio com sua mãe e foi abandonada pelos pais.

A série é envolta de comédia, mas, ao mesmo tempo, traz uma afetividade real concretizada na relação entre os dois protagonistas.

Publicidade

Segundo Tatá, Shippados não é uma série de heróis, mas de anti-heróis, de pessoas que conheceram o fracasso e tentam se reerguer. Em decorrência do azar no amor, a dupla chega a entrar com um processo contra o aplicativo de encontros.

Fato inusitado

A diretora Patrícia Pedrosa disse que existe uma grande preocupação em manter a característica de fluidez da série, já que ela é formada também de muitos imprevistos.

Um fato inusitado contado por Patrícia, é que ela tenta controlar todos os atores, já que muitos se entregam às cenas.

Ela citou que Tatá chegou a urinar de tanto rir diante de um episódio da série.

Tatá brincou com tudo isso e disse que por onde passa vai deixando os rastros dela.