Desde que deixou a bancada do Jornal Nacional e se tornou apresentadora do programa Encontro, da Rede Globo, Fátima Bernardes discute os mais variados temas ao vivo. Diferente de quando trabalhava como jornalista, e era impedida expor sua Opinião ao dar determinada notícia, a apresentadora atualmente expõe seu ponto de vista ao debater diversas questões no matinal da emissora. Dessa vez, Fátima resolveu dizer o que pensa ao comentar sobre licença-maternidade e teve sua fala atribuída a uma possível indireta para Jair Bolsonaro [VIDEO], gerando burburinho dos internautas nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

Internautas apontaram declaração de Fátima Bernardes como indireta a Bolsonaro

No programa Encontro, exibido no último dia 27 de dezembro, Fátima Bernardes discutiu assuntos controversos, entre eles, o fato de a primeira-ministra da Nova Zelândia ter levado a filha recém-nascida à Assembleia Geral da ONU, quando na época, ainda estaria amamentando. Seis meses após sua licença-maternidade, a ministra teria, novamente, levado a criança ao trabalho e a ação acabou emocionando a apresentadora que opinou sobre o assunto ao vivo.

Publicidade

Fátima Bernardes se mostrou maravilhada com a atitude da primeira-ministra e aprovou a ação: 'Mostra que ela pode sim ser mãe, ter filhos e continuar trabalhando, produzindo igualmente, sem problemas.', disse a apresentadora do Encontro.

A contratada da Rede Globo ainda foi além e afirmou que nenhuma mulher merece salário menor ou menos oportunidades, simplesmente pelo fato de serem mães. A fala de Fátima Bernardes imediatamente foi dada como uma suposta indireta para Bolsonaro, por internautas nas redes sociais: “Adorei a alfineta ao vivo que a Fátima deu no Bolsonaro”, disparou um usuário do Twitter.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Jair Bolsonaro

Namorado de Fátima Bernardes processa Alexandre Frota

Eleito como deputado federal por Pernambuco, pelo PDT, Túlio Gadêlha resolveu entrar com uma ação na justiça contra Alexandre Frota, deputado federal eleito por São Paulo, pelo PSL.

Frota, que teria usado suas redes sociais para fazer referência aos nordestinos com termo pejorativo está sendo acusado por Túlio de xenofobia. Em seu Instagram, o namorado de Fátima Bernardes publicou uma foto em que aparece segurando o processo que protocolou na justiça pedindo que o deputado pelo PSL explique em juízo as tais declarações feitas na internet: 'Esse senhor não tem limites e agora irá aprender com as consequências de seus atos', escreveu Gadêlha.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo