No Programa Silvio Santos deste último domingo, 2 de dezembro, o dono do SBT, durante brincadeira com a plateia, questionou qual seria a profissão do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Contudo, a brincadeira deu o que falar na internet.

Na plateia de Silvio Santos, o público deu várias respostas, entre elas: "presidente", "presidiário" e "ladrão". Muitas respostas tiraram até gargalhadas do apresentador. Após a brincadeira, a internet repercutiu o caso.

Publicidade
Publicidade

Em postagem através de redes sociais, muitos internautas comentaram sobre as respostas dadas por algumas pessoas da plateia de Silvio. Um internauta enfatizou que não conhece as mulheres que responderam ao questionamento, porém disse que já teria "maior consideração por elas".

Além do mais, parabenizou o programa de Silvio, dizendo que é o melhor programa da televisão aberta.

Outra internauta deu seu parecer sobre a situação: "Eu vivi para ver isso no Programa Silvio Santos. Qual a outra profissão do Lula? Respostas: presidiário, ladrão".

Nas redes sociais, vídeos sobre o momento das respostas viralizaram.

Publicidade

O site da revista Veja também comentou sobre o caso e mostrou tuítes com comentários dos internautas sobre as respostas dadas por pessoas da plateia. Houve, ainda, muitos outros comentários na mesma linha, achando engraçadas as respostas dadas pelas participantes do auditório do programa do dono e apresentador do SBT, Silvio Santos.

Lula preso

O ex-presidente Lula está preso desde o dia 7 de abril na superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Lula

Lula foi condenado pelo processo envolvendo um tríplex em Guarujá, litoral de São Paulo. A pena imposta pelos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4° Região foi de 12 anos e um mês de cadeia.

Entretanto, Lula está com outro processo em andamento. Agora o petista responderá sobre reformas em um sítio localizado em Atibaia, no interior de São Paulo. Sendo réu em ações penais, o petista enfatiza que é inocente de todas as acusações.

Nesta próxima terça-feira, 4 de dezembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará um novo pedido de liberdade de Lula apresentado pela defesa do petista.

A defesa se manifestou após o ex-juiz federal Sergio Moro aceitar assumir o ministério da Justiça no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

A Segunda Turma da Corte analisará o pedido. Na composição de ministros estão Edson Fachin, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Cármen Lúcia.

Fachin é o relator do caso na Corte. Ele já havia liberado o pedido para julgamento. Entretanto, faltava o presidente da Turma, Ricardo Lewandowski, marcar a data para a análise.

Publicidade

A Procuradoria-Geral da República se manifestou sobre o pedido e disse que os argumentos da defesa de Lula fazem "ilações frágeis" contra o ex-juiz Sergio Moro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo