Ratinho já mostrou que não têm papas na língua e comenta em seu programa, ao vivo, no SBT, os mais variados assuntos, mesmo contrariando algumas pessoas. O apresentador que já mencionou Thammy Miranda e Pabllo Vittar em outras ocasiões, voltou a falar sobre os artistas na última segunda-feira (17), e em tom de deboche ironizou a identidade de gênero do filho de Gretchen, da drag queen brasileira e ainda teria feito referência ao ex-presidente Lula.

'Coisas do Brasil', ironizou Ratinho

Sem medo de se expor ou contrariar alguns de seus telespectadores, Ratinho, vira e mexe "coloca a boca no trombone" e expõe seu pensamentos sobre personalidades brasileiras.

Publicidade

Thammy e Pabllo, assim como Lula, voltaram a ser assunto no programa, quando o apresentador resolveu falar sobre a votação da revista IstoÉ, que indicou a drag para concorrer ao título de Mulher Mais Sexy do Ano e Thammy na categoria masculina.

Ao vivo e inconformado com as escolhas da revista, Ratinho ironizou: "coisas do Brasil: mulher mais sexy é homem, e homem mais sexy é mulher". O apresentador ainda foi além com seguinte declaração em referência a Lula: "o homem mais honesto do Brasil está preso".

Sobre Pabllo Vittar e a disputa na revista, não foi a primeira vez que Ratinho se manifestou sobre o assunto. Ainda na semana passada, o apresentador chegou a polemizar ao declarar, também em seu programa no SBT, que a IstoÉ estaria "acabando" por esse tipo de coisa. Carlos Massa fez questionamentos se aceitaria uma mulher com a genitália masculina e afirmou a respeito da drag queen brasileira: "nem mulher é".

Devido às declarações consideradas preconceituosas por alguns fãs da cantora, Ratinho acabou virando alvo nas redes sociais.

Publicidade

Ratinho também citou médium João de Deus

Ao usar do deboche para se referir à Thammy, Pabllo e Lula, Ratinho ainda acabou citando o médium João de Deus em seus trocadilhos e esbravejou: "o João de Deus, não é de Deus, é do capeta". O apresentador do SBT fez referência aos supostos casos de abuso sexual pelos quais o famoso religioso está sendo acusado por mulheres, que levaram os casos à Justiça após serem atendidas pelo médium. Ratinho ainda chegou a questionar como seria possível "regular um país desse".

Em outras declarações polêmicas, Ratinho já deixou claro não temer as represálias e xingamentos dos internautas nas redes sociais: "Vai xingar o capeta", disse o apresentador.