O ator Bruno Gagliasso é uma figura bem presente nas redes sociais e vira e mexe se envolve em polêmicas expondo sua opinião política para os seguidores. Nesta quinta-feira (3), o Brasil foi tomado por uma polêmica envolvendo a ministra Damares Alves.

Líder da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves aparece em vídeo dizendo que meninos vestem azul e meninas rosa. Além disso, ela também fala que está começando uma nova era.

Publicidade
Publicidade

Rapidamente, a opinião da ministra se espalhou pela internet e causou muita polêmica, dividindo opiniões. Muita gente concordou com ela. Muitos discordaram. Ela explicou que a sua fala foi uma metáfora para a chamada ideologia de gênero.

Diante da polêmica que tomou as redes sociais, Bruno Gagliasso postou uma foto em que aparece com uma suposta camisa de manga longa, rosa. O problema para o ator da Rede Globo é que o maquiador Agustin Fernandez, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, foi um dos primeiros a compartilhar uma montagem em que Bruno aparece com a mesma camisa só que na cor cinza.

Publicidade

Agustin chamou o global de hipócrita e com vontade de lacrar. "Editou uma foto velha", escreveu.

Na postagem feita no Instagram, Gagliasso ainda usou algumas hashtags que dizia "sou rosa, "uso rosa" e "vou usar”. Ele perguntou aos seus 13 milhões de seguidores onde tinha uma saia rosa para que ele pudesse usar. Depois de ser acusado de editar a foto, o ator foi bastante criticado por alguns internautas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Para não deixar barato, horas mais tarde Bruno Gagliasso postou uma foto usando uma blusa rosa e fazendo cara de deboche. Na legenda, desejou boa noite aos internautas. Dessa vez, todo mundo percebeu que não havia edição e que a peça de roupa era de fato rosa.

Irmão rebate

A relação do casal Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank com Thiago Gagliasso não é das melhores. O irmão de Bruno é apoiador de Bolsonaro, enquanto o casal fez parte da campanha “Ele não”, que tomou conta das redes sociais durante o período eleitoral.

Na polêmica das cores, Thiago também postou sua opinião no Instagram. Ator, assim como o irmão, ele afirmou que não é tão difícil entender que a ministra usou uma metáfora contra a ideologia de gênero.

Ele afirma ainda que meninos e meninas podem azul, rosa, colorido ou a cor que quiserem. Muitos internautas o elogiaram e viram isso como alfinetada ao irmão. Recentemente, Thiago postou o print de uma briga com a cunhada Gio Ewbank.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo