Renato Lopes, um dos advogados do ex-participante do Big Brother Brasil 19 Vanderson Brito, afirmou em entrevista na última quarta-feira (23) ao jornal Extra que seu cliente é inocente das acusações de estupro, agressão física e importunação e que a família do biólogo irá processar as três mulheres que o acusam de tais crimes.

Ainda segundo Lopes, as mulheres que o acusam estão mentindo, pois estão se sentindo rejeitadas pelo biólogo, uma vez que em partes de seus depoimentos elas teriam dito que achavam que o brother gostava delas e uma disse achar que estavam namorando, antes de acontecer os fatos que levaram a denúncia.

Publicidade
Publicidade

Para Renato, elas querem apenas prejudicá-lo por não terem sido correspondidas amorosamente pelo ex-participante do Big Brother.

O advogado, entretanto, deixa claro que na hipótese de seu cliente ser namorado de uma delas, não lhe daria o direito de cometer os crimes dos quais ele é acusado, mas reitera que acredita que as moças estão agindo de má fé, pois teriam sido “instruídas” para depor.

Renato ainda salienta que não acredita na versão das vítimas, que alegaram não terem denunciado o biólogo antes por medo, pois seu cliente não representa nenhum perigo para a sociedade.

Publicidade

Entenda o caso de Vanderson Brito

Após o acriano aparecer no BBB19, que teve início no dia 15 de janeiro, três mulheres procuraram delegacias do Acre para denunciá-lo. Ele é acusado de agressão física, importunação e estupro. As denúncias geraram um inquérito policial, que consequentemente gerou algumas intimações para que as partes envolvidas compareçam a uma delegacia para prestar esclarecimentos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos BBB Big Brother Brasil

Vanderson foi intimado a depor e, por isso, desclassificado do jogo. Seu depoimento está previsto para a segunda-feira, 28. Vale lembrar que ainda no dia 12, quando Vanderson estava confinado no hotel do BBB19, vazou a notícia de sua ex-namorada o acusou de agressão física e afirmou que ela vivia um relacionamento abusivo com ele. A família do brother confirmou que eles namoraram, mas não acreditam na versão da moça.

O crime de estupro no Brasil

O prazo prescricional do crime de estupro é de 16 anos, embora exista uma PEC aguardando votação na Câmara dos Deputados que se aprovada, tornará o crime de estupro imprescritível, ou seja, pode ser denunciado a qualquer tempo.

Vítimas menores de idade podem denunciar quando completam dezoito anos, idade que começa a contabilizar o prazo prescricional, ou seja, uma pessoa que foi vítima de abuso sexual em qualquer idade antes dos 18 anos completos, tem até os 34 anos para denunciar o crime.

Publicidade

Outro detalhe sobre o crime de estupro na legislação brasileira é que o ato libidinoso sem consentimento e a tentativa de estupro também configuram o crime de estupro, com a mesma sanção de um estupro consumado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo