A morte da atriz Daniela Perez chocou o Brasil na década de 90. Guilherme de Pádua foi apontado como autor do crime e, juntamente com a então esposa, Paula Tomaz, tirou a vida da jovem. Eles foram condenados a 19 anos de prisão, mas acabaram ficando apenas cerca de 6 anos na cadeia.

O tempo passou e Guilherme parece ter aprendido com os erros de seu passado. Ele, que virou pastor em 2017, agora é youtuber. Ele também dá depoimentos sobre a época em que ficou na cadeia e ajuda a espalhar a palavra de Deus.

Publicidade

Em um de seus vídeos, Pádua narra que há cerca de 26 anos mantém contato com o presídio. Foram sete anos preso e mais 19 participando de projetos. O ator também disse que está frequentando a igreja e que conhece várias pessoas que mudaram de vida e saíram do mundo do crime.

Segundo Guilherme, a igreja é um ambiente mais propício para aquelas pessoas que fizeram algo errado em seu passado e estão em busca de arrependimento.

Recomeço

Guilherme de Pádua sabe muito bem sobre os erros que cometeu no passado e tem encontrado na igreja uma oportunidade para recomeçar a sua vida.

De acordo com ele, o local dá a oportunidade de as pessoas buscarem o perdão, se arrependerem pelos seus erros do passado e começarem uma nova vida.

No vídeo, Guilherme ainda fala que Deus o perdoou de seus pecados e que tem uma aliança com ele. Vale ressaltar que ele também fez questão de criar um canal no YouTube onde, através de palavras de compreensão e perdão, tenta chamar a atenção de pessoas que, por ventura, ainda se encontram perdidas.

Pedido de perdão

Em reportagem transmitida em 2012 pelo Domingo Espetacular, da RecordTV, Guilherme relembrou o trágico acontecimento onde a filha de Gloria Perez perdeu sua vida.

Publicidade

Segundo o ex-ator, o crime teria sido motivado pela vaidade e ciúmes de sua ex-mulher, Paula Thomaz. Guilherme contou que Daniela foi até o local do crime sem discutir. Então eles encontraram com Paula e as duas começaram a brigar.

Sobre o fato, ele revela que se sentia extremamente culpado por tudo o que aconteceu. Pádua disse durante a entrevista que assumiu o crime para livrar a sua ex-mulher, que inclusive estava grávida na época. À Gloria Perez, mãe de Daniela, Guilherme pediu perdão e disse que não poderia fazer nada além disso.

Ele também entende que fez mal a Gloria e toda sua família e não pode voltar atrás quanto a isso. Durante o tempo em que permaneceu preso, o ex-ator pensou em tirar sua própria vida, mas acabou mudando de ideia.