Após 35 anos de contrato, a Globo anunciou o desligamento do ator José Mayer, de 69 anos. O ator estava na geladeira da emissora desde o término de A Lei do Amor, na qual interpretava Tião, depois de uma grave acusação de assédio feita contra ele por uma figurinista da emissora, no início de 2017. Em nota, a assessoria da Rede Globo informou que o fim da parceria foi feita em comum acordo para ambas as partes em 2018.

Publicidade
Publicidade

O ator entrou na emissora em 1983, estreando na novela Guerra dos Sexos, e depois disso teve participação em mais de 40 obras da Rede Globo, incluindo novelas, séries, minisséries e especiais.

Nesta segunda-feira (14), Aguinaldo Silva saiu em defesa do amigo em sua rede social. Para o autor da novela O Sétimo Guardião, se não há nenhuma denúncia na delegacia, não é crime. “Volta José Mayer”, escreveu Aguinaldo Silva em seu Twitter.

Acusação de assédio sexual

A acusação de assédio foi feita por Susllem Tonani, de 28 anos, uma das assistentes de figurino da emissora, que relatou ter sido assediada pelo ator durante uma das gravações de A Lei do Amor, em março de 2017.

Publicidade

Em uma carta escrita pela profissional, ela alegou que os assédios começaram oito meses antes de efetuar a denúncia, mas de forma leve. O ator usava frases do tipo “como você é bonita”, e até mesmo elogiava a maneira que a jovem se vestia, mas em pouco tempo os elogios foram ficando mais invasivos, ao ponto do ator dizer que ficava olhando para a bunda da figurinista.

Mas a figurinista sempre relevava, até fevereiro de 2017, depois que o ator na frente de duas câmeras, colocou a mão nas partes intimas de Susllem. Após esse assédio, a assistente decidiu denunciar o ator para a emissora.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Televisão

Famosas saem em defesa de Susllem

Após se tornar pública a acusação de assédio, diversas famosas se sensibilizaram pela situação vivida por Susllem e saíram em sua defesa. Diversas atrizes e funcionárias da emissora começaram a usar uma camisa com a frase, "Mexeu com uma, mexeu com todas”, como forma de protesto. Além disso, a hashtag #chegadeassédio também foi criada nas redes sociais.

Ator pede desculpas por sua atitude

Passado um tempo das acusações, o ator decidiu reconhecer seu erro em uma carta que foi lida pelo Jornal Hoje, no dia 4 de abril de 2017.

Durante a carta o ator reconhece que errou e pede desculpa a figurinista e a toda a sociedade. Além disso, Mayer também disse que a partir daquele momento iria rever seus atos e sua forma de pensar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo