O ano de 2019 não começou fácil para o cantor Milton Nascimento. Nesta terça-feira (1º), primeiro dia do novo ano, um dos artistas mais Famosos e respeitados de todo o Brasil sofreu uma grande perda. Morreu o fotógrafo e grande amigo de Milton, Cafi.

A morte do fotógrafo e artista plástico Cafi causou grande comoção nacional, especialmente, entre nomes importantes da Música Popular Brasileira, a chamada MPB.

O artista plástico tinha 68 anos e sofreu um infarto fulminante na cidade do Rio de Janeiro e a morte foi praticamente instantânea.

Publicidade
Publicidade

Conhecido nacionalmente como Cafi, seu nome de batismo era Carlos da Silva Assunção Filho.

O artista fez mais de 300 capas de discos ao longo de sua aclamada carreira. Entre os principais trabalhos, estão capas de artistas como Milton Nascimento, Fagner, Jards Macalé, Chico Buarque e Cássia Eller. Isto para ficar em apenas alguns poucos nomes com os quais Cafi firmou parceria nos praticamente 50 anos de carreira.

Uma morte tão proeminente causou comoção e muitos artistas utilizaram as redes sociais para externar a dor da perda do amigo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

"Cafi, gênio da imagem, obrigado!", escreveu Milton Nascimento, de forma sucinta. Cafi retratou Milton diversas vezes. A foto histórica do álbum Minas, por exemplo, foi feita pelo artista plástico.

Lô Borges, parceiro de Milton Nascimento no álbum homônimo do Clube da Esquina, em 1972, também postou um texto em homenagem a Cafi. Ele chama Cafi de poeta visual, fotógrafo, grande artista e, acima de qualquer outra coisa, um grande amigo. "Descanse em paz, meu amigo", finaliza a homenagem.

Publicidade

Morte de Cafi

O artista passava a virada do ano na Praia do Arpoador, zona sul do Rio de Janeiro, quando passou mal, na madrugada de terça-feira, nas primeiras horas de 2019. Ele chegou a ser socorrido, ainda na areia da praia, e foi encaminhado ao Hospital Miguel Couto, na Gávea. Ele não resistiu e entrou em óbito.

Cafi nasceu em 1950, no Recife, capital de Pernambuco. A família ainda discute quando e onde será o velório e sepultamento do corpo de Cafi.

De acordo com o filho, Miguel Colker, a cerimônia deve ocorrer nesta quinta-feira (3).

Miguel conta que falou com o pai pela última vez por volta das 19h do dia 31, quando trocaram mensagens desejando um ao outro feliz Ano Novo. Durante a madruga, afirma ter olhado para o céu e visto uma estrela cadente passando. Dez minutos depois, uma amiga de seu pai ligou dando a triste notícia de que Cafi havia falecido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo