O ator Caio Junqueira sofreu um grave acidente na zona sul do Rio, na última quarta-feira (16). Caio perdeu o controle do veículo em uma curva, vindo a colidir com uma árvore. Transeuntes acionaram o Corpo de Bombeiros que rapidamente chegou ao local para prestar socorro ao ator, que se encontrava preso às ferragens. Devido à gravidade do acidente, os bombeiros precisaram utilizar equipamentos para cortar o veículo e abrir espaço para retirar o rapaz do carro, totalmente danificado pelo impacto da colisão.

Publicidade

O ator foi imediatamente levado ao Hospital Miguel Couto, na zona sul do Rio. No sábado (19), o estado de Caio se agravou e os médicos optaram por sedá-lo. Devido às múltiplas fraturas e um quadro de febre incessante, seu estado clínico apresentou considerável piora segundo os médicos. Apesar do prognóstico ruim, a expectativa dos amigos e familiares do ator eram as melhores, houve grande mobilização nas redes sociais em busca de doadores de sangue, pois Caio precisou realizar inúmeras transfusões devido à perda de sangue sofrida após o acidente.

O falecimento

Na manhã de hoje (23), o ator veio a óbito no Hospital Miguel Couto, devido às complicações decorrentes dos inúmeros traumas sofridos no acidente. Uma grande onda de comoção tomou conta de seus amigos, familiares e todos aqueles que admiravam seu trabalho. As manifestações de condolências e carinho continuam se estendendo nas redes sociais ao longo do dia. A maioria dos amigos definiram Caio como uma pessoa “alegre, solidária e de coração enorme”.

Como se deu o acidente na semana passada

Na última quarta-feira (16), o ator Caio Junqueira, dirigia sozinho no Rio de Janeiro, mais precisamente na altura do Aterro do Flamengo, indo em direção ao centro da cidade, quando acabou perdendo a direção do seu veículo, que, desgovernado, subiu o meio-fio, colidindo com uma árvore e vindo a capotar.

Publicidade

O acidente lhe casou duas fraturas expostas, ele seria operado justamente nesta quarta (23), contudo, os médicos optaram por aguardar uma melhora em seu quadro clínico para realizar o procedimento.

Todos os fãs e familiares já se encontravam bastante preocupados com o estado de saúde de Caio, porém, na segunda-feira (21), o ator chegou a apresentar melhora, chegando a abrir os olhos, porém o quadro apresentou piora e o ator não resistiu aos ferimentos.

O rapaz era filho do ator Fábio Junqueira, falecido em 2008, e irmão de Jonas Torres, também ator, conhecido pelo público como o Bacana, da série "Armação Ilimitada", que ficou no ar de 1985 a 1988.

Com apenas 9 anos, Caio Junqueira deu os primeiros sinais que seguiria a carreira artística. Foi na série "Tamanho família" nos 80, que despontou como ator na extinta Rede Manchete.

No final da década de 80, Caio Junqueira foi convidado para compor o quadro de atores da TV Globo. Na emissora ele participou de várias Novelas na casa, entre elas, grandes sucessos como "O Clone" em (2001), "O Quinto dos Infernos" em (2002) e "Paraíso Tropical" em (2007). Caio teve grande visibilidade quando atuou no longa "Tropa de Elite", filme brasileiro que estreou em 2007.

Publicidade

Em "Tropa de Elite", Caio Junqueira interpretou o aspirante Neto Gouveia, um rapaz jovem com ideais convictos e de temperamento bastante impulsivo, que decidiu entrar na PM, porém acabou se decepcionando com a corporação após testemunhar o descaso e a corrupção cometido por seus companheiros de batalhão.