Paula já surpreendeu os fãs do BBB19 revelando ser bissexual. Muita gente acabou apostando em uma relação homossexual na casa, já que os rapazes nesta edição estão cada vez mais escassos, mas a expectativa foi frustrada até então. De todo modo, a loira paulista, bacharel em direito, fez uma revelação para deixar o público boquiaberto. Ela contou que quando tinha apenas 15 anos, beijou sua prima, que era "a cara" da Carolina Dieckmann.

A revelação foi feita na tarde desta segunda-feira (25), enquanto a sister conversava à beira da piscina com seus colegas Hariany, Gabriela e Danrley.

Publicidade
Publicidade

Durante o relato íntimo, ela revelou que sua prima era maravilhosa e chegou a pensar que era gay. Paula tinha apenas 15 anos e já pensou consigo mesma: "Ela era maravilhosa. Eu parei um dia e pensei: 'Acho que eu sou gay'", pensou.

Tudo começou quando ela contava sobre a prima. Por ela ser loira de olhos claros, toda a família já falava da beleza da moça. Paula, curiosa, queria conhecer a parente, o que aconteceu durante o aniversário de sua avó.

Publicidade

Na época, contou, namorava um rapaz, Tonhão, que era muito inocente. Quando Paula se deparou com a prima logo viu o quanto ela era bela e decidiu que queria beijá-la. Entretanto, o rapaz teria que ser despistado.

Paula conta que beijou a prima que era a cara de 'Carolina Dieckmann'

A loira relatou que, em determinado momento, o namoradinho foi amarrar balão para a festa e ela acabou aproveitando. A “sósia” de Dieckmann tinha cerca de 23 anos e fumava e bebia cerveja.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Fofocas

Aí tudo aconteceu. Paula contou que a prima já chegou a beijando. Durante o ato ela revela que já não tinha mais controle do que estava fazendo.

Curiosos, os colegas pediram para ela continuasse falando e a sister contou uma outra história com as mesmas personagens. A moradora de Lagoa Santa, em Minas Gerais, disse que a prima voltou à sua cidade na outra semana e elas combinaram de ir em uma boate. O problema é que Tonhão também foi e limitou a ação das duas moças.

A solução foi as duas se "pegarem" no banheiro. Ao sinal do irmão da “sósia” da famosa, ela ia para o banheiro e ficava com a loira.

Tonhão, apesar de ingênuo, percebeu tudo e não gostou de saber que sua namorada estava ficando com outra mulher. "Mas trair com mulher não é traição, só é com homem", argumentou.

Para finalizar a história, ela disse que chegou em casa e contou para a mãe que era gay. Paula acreditava que estava apaixonada pela parente, mas revelou que, logo depois, colocou a cabeça no lugar e "acertou as coisas".

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo