Anúncio
Anúncio

O mundo do jornalismo está de luto nesta segunda-feira (11). O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu após queda de um helicóptero em São Paulo. O jornal Folha de S.Paulo e a coluna Radar, da Veja, confirmaram a informação.

Em seguida, emissoras como Record TV e a BandNews, do grupo onde Boechat trabalhava, também confirmaram a notícia da morte do apresentador. O Corpo de Bombeiros informou que duas pessoas haviam morrido após a queda do helicóptero.

A aeronave caiu em cima de um caminhão no quilômetro sete do Rodoanel --estrada que dá acesso à rodovias da malha paulista. Inicialmente, acreditava-se que as vítimas eram piloto e copiloto, mas horas mais tarde a morte do jornalista foi confirmada.

Anúncio

O motorista do caminhão atingido pela aeronave foi socorrido.

Por conta do acidente, interdições foram feitas nos dois sentidos do Rodoanel --sentido Perus e sentido Jundiaí-- e um trânsito se formou no local, já que o Rodoanel é muito acessado por caminhões. Os veículos de grande porte não são permitidos de circular pela cidade em determinas horas do dia e a via foi criada justamente para ser a melhor opção para quem transporta carga.

O Corpo de Bombeiros recebeu o chamado de socorro às 12h14. Cerca de 11 viaturas foram encaminhadas ao local. A aeronave que caiu, um Bell Helicopter, com capacidade para cinco pessoas --um piloto e quatro passageiros--, é considerada bastante segura e foi fabricada em 1975.

Anúncio

Ricardo Boechat

O jornalista Ricardo Boechat era bastante respeitado tanto no rádio como na televisão. Pela manhã, ele apresentava um jornal na BandNews FM. À noite, era âncora do "Jornal da Band". Carismático, Boechat não fugia de uma boa polêmica.

Na semana passada, por exemplo, deu bronca geral em sua equipe, ao vivo, no rádio, antes de uma entrevista com um oficial do Corpo de Bombeiros que não seria realizada naquele momento. Quem acompanhava o programa pela internet viu o jornalista esbravejando com sua equipe, enquanto o microfone estava desligado.

Nas redes sociais, a morte de Boechat tornou-se um dos assuntos mais comentados do Twitter na tarde desta segunda-feira. Muitos internautas aproveitaram o momento para se despedir do jornalista e deixar mensagens elogiosas ao seu trabalho.

Anúncio

A morte de Boechat se soma a outras mortes neste começo de ano, como a das vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais, e a dos jogadores da base do Flamengo, na última sexta-feira (8).