A atriz Beatriz Segall ficou conhecida na TV por causas de seus inúmeros papéis de grande sucesso. Infelizmente, a carreira da famosa teve um fim no ano passado após ela ficar internada no Hospital Israelita Albert Einstein. Beatriz morreu aos 92 anos da idade deixando milhares de fãs órfãos. A morte da famosa voltou a ser notícia na coluna Olá, assinada por Cristina Padiglione no jornal Agora São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações da colunista, Beatriz Segall deixou um carro 0 km para o seu motorista, Adilson Ricardo Leite.

Ainda de acordo com Cristina, o rapaz teria trabalhado para a atriz por cerca de 15 anos, tornando-se o seu fiel escudeiro. O nome de Adilson está no testamento da famosa, que prevê ao motorista uma boa quantia de dinheiro a ser estipulada pelos herdeiros de Beatriz. No testamento da artista, constam ainda os nomes de dois amigos, sendo eles José Paulo Ficks e Andres dos Santos Junior. Além do nome de seus filhos Mario, Sergio e Paulo.

Publicidade

Lesões e problemas de saúde em seus últimos anos de vida

Na época de sua morte, a atriz estava sofrendo com uma pneumonia e também tinha sofrido uma queda em seu apartamento. Uma das últimas participações de Beatriz na TV foi na série "Os Experientes", exibida em 2015.

No mesmo ano, ela sofreu uma lesão no braço, após cair durante uma apresentação da peça chamada "Nine – Um Musical Feliniano". Após isso, ela foi submetida a uma cirurgia no ombro direito e precisou inclusive ser substituída no espetáculo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

No ano de 2013, Beatriz levou um tombo após tropeçar na calçada da Gávea, no Rio de Janeiro. Com o fato, ela acabou se ferindo no rosto além de sofrer um grande hematoma.

Carreira

A carreira de Beatriz Segall é notável. Apesar de ter estudado para se tornar professora, a famosa rapidamente pegou gosto pelo teatro. Sua primeira peça se chamava "As Preciosas Ridículas", após isso, ela participou do filme "A Beleza do Diabo" e decidiu que a partir daquele momento iria ser atriz.

Quando iniciou a sua carreira, nomes como Fernanda Montenegro e Nicette Bruno também estavam dando os seus primeiros passos. No entanto, seu primeiro contato com a TV só veio a acontecer em 1950, na aclamada TV Tupi. Beatriz e o marido, Maurício Segall, recuperaram o Teatro São Pedro o administrando até o ano de 1974.

Além das telinhas, ela se dedicou ao cinema e participou de alguns filmes conhecidos como "Cléo e Daniel" (1970) e "À Flor da Pele" (1976), provando ser uma atriz completa tanto no teatro, cinema e também televisão.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo