Um mês após ter anunciado ao vivo seu pedido de demissão do programa Globo Esporte Ceará, exibido pela TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo, o apresentador Kaio César se pronunciou dizendo não ter se arrependido de sua atitude, e sustenta uma acusação de assédio moral sofrido pelo diretor da emissora, Paulo César Norões. Kaio também revelou que na próxima semana seus advogados darão entrada em um processo contra seu ex-chefe.

Em conversa ao site 'Notícias da TV', o ex-apresentador também relatou que não queria perder o emprego, já que tem família para sustentar.

Publicidade
Publicidade

No entanto, Kaio diz ter a certeza que fez a coisa certa tendo em vista as circunstâncias. Indo mais a fundo no assunto, Kaio César também revelou que estava em uma situação tão difícil que até chegou a pensar em suicídio.

O apresentador também disse que o cargo que ocupava na emissora era o sonho de qualquer narrador esportivo, no entanto, ele afirmou ter se decepcionado. Segundo o narrador, o diretor Paulo César Norões o perseguia, chegando até mesmo a xingar a ele e a sua família.

Apresentador do 'Globo Esporte Ceará' irá processar ex-chefe. (Foto: Reprodução)
Apresentador do 'Globo Esporte Ceará' irá processar ex-chefe. (Foto: Reprodução)

Um dia após ter pedido sua demissão ao vivo da emissora, Kaio César publicou em seu Facebook um texto para informar a seus seguidores o motivo que o teria feito tomar a drástica atitude. Durante o desabafo, o ex-apresentador chegou a chamar Paulo de “arrogante”, e relatou um dos casos que mais o chocou dentro da emissora. César diz que, durante uma reunião do Esporte, Paulo chegou a xingá-lo, apenas porque o apresentador havia discordado dele.

Ainda segundo o narrador, após tê-lo xingado, Paulo não se deu por satisfeito e, no meio da Redação, se pronunciou sobre a família do apresentador.

Publicidade

Segundo Kaio, o diretor disse gratuitamente que ele era doido por ter casado com uma mulher que já tinha uma filha, e depois ter feito outro menino nela. Para o narrador, o diretor não teria direito de falar dessa forma de sua família, e diz que no dia em que o caso aconteceu, deixou a Redação aos prantos.

Narrador irá processar o diretor por assédio moral e a emissora por acúmulo de função

O narrador é casado com Mirela Forte, que também é jornalista, e juntos têm um filho de um ano.

Antes de se casar, Mirela já tinha uma filha, que hoje, aos quatro anos, mora com o casal. Ainda segundo informações do narrador ao site 'Notícias da TV', a ofensa feita pelo diretor a sua família aconteceu em 2017, quando Mirela estava grávida do filho do apresentador. No entanto, na época Kaio diz não ter feito nada com medo de perder o emprego.

Agora o apresentador, que estava na emissora há 11 anos, diz que além de processar o diretor pelo assédio moral, seus advogados também entrarão na justiça contra a empresa, onde, segundo ele, mantinha acúmulo de funções, sendo editor, repórter, produtor, entre outros.

Publicidade

Leia tudo e assista ao vídeo