Jaime Machado Junior, desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), emitiu uma nota se desculpando por um vídeo gravado ao lado do cantor Leonardo. O pedido de desculpas se deve ao fato de o magistrado ter usado palavras de baixo calão para se referir a algumas juízas.

No vídeo, o magistrado cita o nome das juízas e apresenta o cantor Leonardo a elas. O cantor, que aparece na gravação ao lado de Jaime, fala e cumprimenta as magistradas. No entanto, o magistrado corta o cantor e diz que ambos vão lá para "comer vocês".

Publicidade

Leonardo ri. Em seguida, ele aponta para o sertanejo e acrescenta "ele segura e eu como". “Nós vamos aí comer vocês”, diz o magistrado.

No pedido de desculpas, o desembargador reconhece a infelicidade e inadequação de sua fala. Além disso, ele assume que as afirmações fortalecem a cultura machista que ainda impera na sociedade.

O juiz disse também que espera que o episódio tenha servido de lição, não apenas para ele, mas para todos os homens que tratam o assunto como brincadeira. Apesar disso, Jaime também deixa claro em sua nota que possui laços de amizade há muitos anos com as colegas a quem se dirigiu no vídeo.

O Tribunal também se manifestou. Em nota emitida, o TJSC disse que, assim que soube do vídeo, imediatamente solicitou explicações ao magistrado. O tribunal garantiu que, a partir dos esclarecimentos prestados pelo juiz, decidirá quais providências tomar.

O Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público e a Associação Brasileira de Mulheres de Carreiras Jurídicas se manifestaram com nota de repúdio ao episódio. A nota classifica o comportamento do desembargador como sexista e inadmissível em um país no qual uma mulher é estuprada a cada dez minutos.

Publicidade

Além disso, segundo a nota, o comportamento do desembargador expõe as magistrados a mero objeto sexual e diminui a importância de casos de violência sexual no país. Ademais, as instituições solicitaram uma apuração do ocorrido e tomada de providências.

Colega responde na internet

Uma das juízas que é citada no vídeo gravou outro vídeo se manifestando. A magistrada defende que a gravação era uma brincadeira só entre eles, que são amigos há anos, e que alguém compartilhou indevidamente. Ela disse estar "numa boa" e que a brincadeira "não tem problema nenhum".

"Qual é a desse povo? Era um vídeo só nosso que alguém, de bobagem, compartilhou aí com todo mundo", disse a magistrada em parte do vídeo. Já o cantor Leonardo não se manifestou.