Na noite desta terça-feira (26), reuniram-se para o lançamento da mais nova atração da Rede Globo, a minissérie “Se Eu Fechar Os Olhos Agora”, todo o elenco dessa produção, desde atores, equipe técnica e criadores, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), na região central do Rio de Janeiro.

Carlos Manga, responsável pela direção da minissérie, dá detalhes sobre a ambientação, que se passa na década de 1960. Segundo o diretor, a trama se trata de um suspense envolvente aborda diversas questões sociais: "A hipocrisia que veremos na tela, a questão da igualdade, do machismo, do racismo declarado e aquele disfarçado existiam naquela época e estão presentes hoje em dia", relata ao Gshow.

Publicidade
Publicidade

Ricardo Linhares, um dos autores da história, conta que escreveu a trama de dois garotos, um negro e um branco, unidos com o intuito de desvendar um crime, numa jornada regada com muita emoção.

A história da minissérie é uma adaptação do livro de mesmo nome de autoria de Edney Silvestre. O jornalista conta que a narração do ator Antônio Fagundes, que dá vida ao audiobook de Silvestre, abriu as portas para a adaptação que vemos hoje. Fagundes interpreta Ubiratan na minissérie.

Publicidade

O ator Murilo Benício interpreta Adriano, prefeito da cidade de São Miguel, localizada no interior mineiro. Ele fará par romântico com a atriz Débora Falabella, que dá vida a Isabel. Os dois são os pais de Cecília e de Vera Lúcia, interpretadas pelas atrizes Marcela Fetter e Júlia Svacinna.

O amargurado Ubiratan é vivido pelo veterano Antônio Fagundes. O personagem vive no asilo da cidade mineira e é dono de um passado misterioso e pontuado por tragédias.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Fofocas Novelas

João D'Aleluia vive Paulo, um dos investigadores que protagonizam a história e contracena com Fagundes. Eduardo (Dudu), é o outro investigador, vivido por Xande Valois.

A misteriosa e cativante Adalgisa vem à tela pelo trabalho da já consagrada Mariana Ximenes. Thainá Duarte interpreta Anita, cuja morte será o fio condutor de toda a trama, que aborda temas como racismo, liberdade sexual e feminismo. Renato, personagem que se envolve com Cecília, filha do prefeito de São Miguel, é interpretado pelo ator Enzo Romani.

Por fim, completam o elenco nomes de peso como Betty Faria, Eike Duarte, Gabriel Braga, Jonas Bloch, Gabriel Falcão, Marjorie Gerardi, Milton Gonçalves, Paulo Rocha e Vitor Thiré.

Estreia no próximo dia 15

Na nova minissérie da Globo nos deparamos com a cidade fictícia de São Miguel, no ano de 1960. A sociedade retratada na trama esconde-se atrás de máscaras que ocultam suas intenções. A atração estreia no próximo dia 15. Para os assinantes do serviço GloboPlay, a minissérie chega uma semana antes.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo