As duas empresas responsáveis pelas vendas dos ingressos da nova turnê de Sandy e Junior, a “Empresa Brasileira de Ingresso” e a “Live Nation”, receberam da Justiça do estado do DF um prazo de 5 dias, contados a partir de 28 de março, para enviarem esclarecimentos sobre a venda irregular de ingressos para os shows da dupla de cantores.

As empresas estão obrigadas a informar quantos ingressos foram adquiridos por CPF, bem como, o total geral deles.

Publicidade
Publicidade

A multa pelo descumprimento chega a R$ 50 mil por dia. As empresas não se manifestaram sobre essa decisão da Justiça.

Após um inverno de mais de uma década (12 anos, para ser mais preciso), a dupla anunciou o seu retorno dia 13 de março. A turnê deverá passar por 10 cidades celebrando os trinta anos de início da carreira dos dois. Como era de se esperar, fãs chegaram a acampar e arrumar confusão para shows nas capitais paulista e carioca.

A ação, acatado com urgência pelo juiz responsável da 14ª Vara Cível de Brasília, foi de autoria de duas fãs da cidade, que apontaram algumas irregularidades nas vendas.

Publicidade

Os ingressos custariam R$ 250, porém há indícios de sites vendendo-os por R$ 11 mil, o que configuraria má-fé para com o estado emocional de fãs da dupla.

Segundo suspeitas, teriam sido vendidos mais de seis ingressos por CPF (o que seria proibido, segundo o regulamento), o que alimentaria esse mercado paralelo. As fãs solicitam que essas vendas irregulares sejam canceladas e os bilhetes fiquem disponíveis novamente. Esse relatório foi solicitado, justamente pra que seja apurado se houve ou não fraude na venda de ingressos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Fofocas

Os valores dos ingressos à venda, na capital federal variam entre R$ 260 a R$ 520. No restante do Brasil, variam entre R$ 70 até R$ 3200. Apesar de toda essa variação, estão bem longe dos R$ 11 mil protestados pelas duas fãs.

Os ingressos em Brasília esgotaram em não mais que duas horas. Fãs reclamavam de cambistas, que se utilizavam até mesmo de crianças de colo para obter os ingressos.

Processo pode afetar a venda para outros shows da dupla

O medo de alguns fãs é que esse processo possa, de alguma maneira, afetar a venda de ingressos para o show em outros Estados e cidades, bem como, causar algum problema na agenda da turnê.

Contudo, ainda é cedo para levantar tais suposições.

A turnê da dupla de cantores, filhos do também cantor Xororó, foi anunciada no dia 13 desse mesmo mês. Ela foi concebida como uma forma de comemorar as três décadas do início da carreira dos dois irmãos Lima.

Eles não prometem novas composições, mas sim shows em 10 cidades pelo país, relembrando os antigos sucessos, que os consagraram em trilhas sonoras de novelas, filmes e especiais pela rede Globo, onde também mostraram seu talento como atores.

Publicidade

Os shows estão marcados para a segunda metade do ano de 2019, e o show na capital federal, agendado para o dia 20 do mês de julho.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo