Essa semana, a atriz Bruna Linzmeyer, de 26 anos, participou de um ensaio de fotos para a capa da revista QUEM, na cidade de São Paulo. Além de fotografar com Julia Rodrigues, sua amiga, ela aproveitou para conceder uma entrevista falando sobre sua carreira e vida pessoal.

Bruna saiu de Santa Catarina há uma década e conta que teve a ajuda do irmão Helder, hoje com 36, para seguir carreira em São Paulo. Ele era assinante de uma revista de curiosidades, que incentivou Bruna a conhecer muitas coisas e aumentar sua vontade de conhecer a capital paulista.

Publicidade

Bruna começou sua carreira artística como modelo, a qual encarava como uma brincadeira. Isso ajudou sua mãe a encarar numa boa quando resolveu dar uma pausa. Bruna retomou a profissão quando percebeu que era uma oportunidade de sair de sua cidade, a pequena Corupá.

História da atriz

Bruna recebeu uma proposta de trabalho de uma agência de São Paulo após participar do concurso de modelos 'Garota Verão', promovido pela RBS TV. Bruna contou com o apoio da família para se manter fora do Estado. Lá, dividia um apartamento com meninas que são suas amigas até hoje.

Após um ano tentando, decidiu prestar vestibular para psicologia em Florianópolis, ao mesmo tempo que tentava uma vaga na Rede Globo, intermediada pela agência que lhe fez a proposta no ano anterior.

Bruna passou e viu aí a oportunidade de ser independente em São Paulo, estreando na emissora em 2010, no seriado “Afinal, O Que Querem as Mulheres?”. Logo, mudou-se para o RJ, para gravar, entre 2011 e 2014, “Insensato Coração”, “Gabriela”, “Amor à Vida” e “Meu Pedacinho de Chão”.

Enquanto é sagrada como uma das mais brilhantes dessa geração, Bruna não deixa de lembrar todo o apoio que recebeu em sua jornada.

Publicidade

Da família, amigos e colegas de profissão. Bruna considera-se com sorte por encontrar e cativar tantas pessoas. Ela protagoniza, atualmente, Lourdes Maria em “O Sétimo Guardião”, trama das 21h que está chegando ao fim. Inclusive, consegue manter-se longe das polêmicas que ocorrem atrás das câmeras.

Além de fazer sucesso na telinha, Bruna também encanta na sétima arte, tendo papeis em cinco produções só este ano. Bruna também conta como se assumiu lésbica para a família. Segundo ela, foi mais fácil que se assumir vegetariana, vista que seu irmão também é homossexual.

A família aceitou muito bem, sobretudo sua mãe. Seus pais a aceitam bem, assim como sua namorada, a artista plástica Priscila Viszman, com quem está junto há três anos.

Bruna perdeu trabalhos por ser lésbica

A atriz diz que, entre as oportunidades de trabalho que perdeu e a escolha de estar bem consigo mesma, prefere a segunda opção, por isso, não esconde seu amor por nada.

Mas está ciente do que muitas mulheres sofrem por conta da sua sexualidade, principalmente após o final do ano passado. Foi nessa época que Bruna passou a ser alvo de xingamentos na rua e nas redes sociais.

Publicidade

Bruna tem mais medo das agressões que mulheres anônimas sofrem do que as potenciais que poderia sofrer. Muitas famosas, aliás estão usando a exposição da catarinense, para assumir a homossexualidade, como a também atriz Laryssa Ayres.

Ainda sobre feminismo e questões de gênero, Bruna fala sobre seu próprio corpo. Ela relata que ele é mais que uma ferramenta de trabalho. Ele é seu para que ela faça o que quiser, para sentir-se bem consigo mesma e para lhe dar prazer e alegria.