Na festa de aniversário de Isaac Azar, dono do Paris 6, uma rede de bistrôs, o clima ficou um pouco tenso. O motivo foi a lista de convidados da festa, que desconsiderou potenciais brigas ao manter Gabriel Barbosa, o Gabigol, e Neymar Pai como convidados. A dupla, que parece já vir se estranhando desde o término de Gabigol e Rafaella Santos, a irmã de Neymar Jr., protagonizou umas supostas cenas lamentáveis durante o evento social em questão.

Publicidade
Publicidade

Durante a festa, ocorrida no dia 25 de março, Neymar Pai tentou agredir Gabigol. O fato, entretanto, só foi relatado hoje (10), pelo colunista Leo Dias, que também ressaltou que a assessoria de Gabriel nega saber qualquer coisa a respeito do ocorrido. Porém, as fontes de Dias revelam que a confusão entre Neymar Pai e Gabigol parece ter sido pesada. Tão pesada que o pai de Rafaella e Neymar Jr. precisou ser contido por seguranças do Paris 6 para não agredir o craque rubro-negro.

Publicidade

Rafaella e Gabigol

Rafaella Santos e Gabriel Barbosa estiveram juntos, pelo menos oficialmente, durante um breve período do ano de 2017. Porém, mesmo com o anúncio oficial do término, o jogador e a irmã de Neymar nunca deixaram de se relacionar de alguma forma.

Após o período em questão, Rafaella ainda ia ao Rio de Janeiro com o intuito de visitar Gabigol, que vive na capital carioca desde que assinou como Flamengo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Neymar

Em uma dessas visitas, eles foram vistos em uma churrascaria na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A dupla se fez notar devido a pouca discrição de Rafaella, que apareceu acompanhada de dois seguranças.

Uma fonte próxima ao ex-casal revelou ao jornal Extra ainda que, mesmo após o término, Rafaella e Gabigol mantinham conversas pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. Além disso, essa mesma fonte também ressaltou que Rafaella frequentava a casa do craque, uma vez que a jovem pediu comida japonesa para ser entregue no endereço da casa de Gabigol.

Entretanto, enquanto os dois vivenciavam tudo o que foi descrito, Gabigol foi visto em companhia de uma moça, na saída do Paris 6. O que poderia ser somente uma saída entre amigos, entretanto, foi potencializado pela mão de Gabigol na cintura da moça em questão, que denunciava algo mais.

Aparentemente, Gabriel nem tentou esconder o enlace com a moça em questão. Na ocasião, a dupla almoçou acompanhada de Bruno Henrique, companheiro de equipe de Gabigol no Flamengo, e de Dhiovanna Barbosa, a irmã do craque.

Publicidade

Porém, mesmo que o caso entre o craque a moça misteriosa seja aberto aos mais próximos, aparentemente, Gabriel Barbosa deseja mantê-lo afastado da mídia: ao deixar o restaurante, o craque percebeu a presença de fotógrafos e, nesse momento, se afastou da garota, parecendo sem graça por ter sido pego no flagra.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo