O empresário Jorge Sestini, marido da modelo Caroline Bittencourt, deverá prestar depoimento nos próximos dias para dar detalhes à Polícia sobre o trágico acidente sofrido pelo casal no último domingo (28). Caroline e Jorge navegavam pela região de Ilhabela (SP), quando fortes ventos de mais de 100 km/h atingiram a embarcação, e a modelo caiu na água e desapareceu. Jorge teria tentado resgatar a esposa, sem sucesso.

O corpo de Caroline foi encontrado na tarde de segunda-feira (29), próximo à praia da Cigarra. O empresário já havia dito à polícia no boletim de ocorrência que as ondas grandes teriam impedido o resgate da esposa.

Inquérito foi instaurado para apurar o acidente

O delegado da Capitania dos Portos de São Sebastião, Wagner Goulart de Souza, contou em entrevista à revista Quem que um inquérito administrativo teria sido instaurado para apurar as causas determinantes do acidente que resultou na morte da modelo Caroline Bittencourt. O delegado afirmou que todos os envolvidos no acidente diretamente deverão ser ouvidos e que o marido de Caroline, o empresário Jorge Sestini, também seria uma das testemunhas para esclarecer como de fato tudo aconteceu.

O comandante ainda afirmou que a embarcação em que o casal navegava estaria inscrita na Marinha do Brasil e que Jorge estaria habilitado para pilotar a embarcação, mas que ainda não teriam grandes detalhes sobre o acidente.

Wagner ainda contou que tudo o que se sabe é que a modelo teria caído da embarcação, porém não se sabe como o marido da modelo teria pulado na água, mas ainda não se sabe em quais circunstâncias e que tudo seria apurado.

Jorge Sestini deu detalhes sobre o acidente

O portal G1 teve acesso ao boletim de ocorrência registrado pelo empresário Jorge Sestini.

O marido de Caroline Bittencourt apontou no registro de ocorrência que "grandes ondas" o teriam feito perder Caroline de vista, após a modelo cair ao mar, fazendo com que sua tentativa de resgate fosse frustrada. Segundo o G1, o boletim foi registrado na última segunda-feira (24), após o corpo da modelo ter sido encontrado a cerca de quatro quilômetros de onde havia sido visto pela última vez.

O empresário ainda não concedeu entrevistas à imprensa, mas afirmou à polícia que ele e a esposa navegavam pelo canal de Ilhabela, perto da marina de Igararecê, na altura do bairro Pontal da Cruz, em São Sebastião, quando fortes ventos atingiram a embarcação onde estavam, e em razão disto, Caroline teria caído ao mar, versão que desmente alguns boatos de que a modelo teria pulado na água para resgatar seus cachorros de estimação. Jorge Sestini teria nadado por cerca de duas horas na tentativa de encontrar a esposa, quando foi resgatado por uma lancha particular.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!