Uma mala, com as iniciais da modelo Caroline Bittencourt, que morreu no último domingo (28), após cair no mar, foi encontrada por turistas nesta quarta-feira (1º), na ilha do Tamanduá, em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo. O objetivo pessoal estava em cima de uma pedra, junto com algumas roupas da modelo, que estavam esticadas. Todo o material foi entregue à polícia.

O grupo de turistas, vindo de São José dos Campos, formando por Emerson Fialho, Leandro Zoppi e Ana Paula Zoppi, foi quem encontrou a mala da modelo.

Eles contaram que saíram em uma moto aquática da praia da Mococa, em Caraguatatuba, em direção à ilha do Tamanduá. Quando chegaram, notaram que a mala estava em cima da pedra, junto com algumas roupas. “Achamos estranho aquele monte de roupa esticada em cima de uma pedra”, disse Ana Paula.

O grupo decidiu não mexer nos objetos e seguir com o passeio, mas quando passaram de volta no local as roupas ainda continuavam lá.

Ao examinem as peças, viram que eram roupas femininas e de boa qualidade. Na mala havia estampado as iniciais C. B. Eles deixaram os objetos e voltaram para a praia da Mococa, mas antes de partirem fizeram algumas fotos do mesmo.

Avisaram a Marinha e a polícia

Ao retornarem, eles começaram a pesquisar nas redes sociais da modelo e encontraram imagens de roupas parecidas com as que eles tinham achado na ilha.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Moda

“Tinha um tênis idêntico e uma blusinha também”, disse Emerson, que contou ainda que por conta disso eles decidiram ligar para Marinha, porém eles foram informados que por ser feriado, não havia uma equipe para ir até lá.

Então eles decidiram avisar a polícia e informaram que voltariam a ilha para pegar as roupas e entregar na delegacia. “Ficamos com medo de demorar muito, a maré subir e perder tudo”, disse.

De acordo com a polícia, os objetos pessoais serão devolvidos à família da modelo, que, procurada pelo portal G1, preferiu não comentar o caso.

Em algumas fotos postadas nas redes sociais, a modelo aparece carregando a mala que foi encontrada na ilha pelos turistas.

Relembre o caso

A modelo Caroline Bittencourt passava de lancha junto com o marido, o empresário Jorge Sestini, quando foram surpreendidos com um vendaval.

A modelo teria caído ao mar e o empresário pulado na água para tentar resgatá-la.

Após duas horas nadando, ele foi resgatado por um marinheiro, enquanto que a modelo seguiu desaparecida e seu corpo só foi encontrado na tarde do dia seguinte por uma embarcação civil que ajudava no trabalho de buscas.

A lancha foi encontrada em uma praia de Caraguatatuba, há cerca de 15 quilômetros de onde a modelo desapareceu, e passou por perícia na última terça-feira (30).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo