Na madrugada desta quinta-feira (6), o humorista e youtuber Whidersson Nunes alfinetou um amigo do craque Neymar Jr. depois de ter assistido ao vídeo que mostra a modelo Najila Trindade, que acusa o craque de agressão e estupro, junto com o atacante em um quarto de hotel.

Em seu perfil oficial no Twitter, Whidersson disse ter assistido ao vídeo, mas não iria se pronunciar porque "o amigo do Neymar tá pelas áreas".

Mas não foi nesta madrugada que começou a confusão. Isso porque o humorista causou polêmica ao publicar em sua rede social uma frase que surgiu durante a conversa de Neymar com a modelo. "Bom dia, razão da minha libido", escreveu ele.

Depois de ter compartilhado a frase, Guilherme Pita, amigo do craque, decidiu rebater o humorista e respondeu dizendo que fazer piada com o problema dos outros é fácil, mas quando é com os problemas de Whindersson ele chora no Instagram.

"Mas bom saber que você é desses", escreveu. Pita ainda disse que o youtuber irá ver só quando Neymar dará moral para ele novamente. "Babaca", terminou.

Após ter conhecimento da resposta de Guilherme, Whindersson decidiu se defender e disse que todo mundo postou brincadeiras sobre as cantadas que surgiram na conversa de Neymar com Najila, mas o amigo do craque veio reclamar na brincadeira dele. “Eu só me f***”, escreveu o humorista, que terminou dizendo já estar acostumado, pois torce para o Vasco.

Apesar de ter se defendido, parece que a crítica de Guilherme fez efeito, já que pouco tempo depois Whindersson excluiu a frase de seu Twitter.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Fofocas

Vídeo e acusação de estupro contra Neymar

O vídeo que Whindersson Nunes mencionou em sua rede social, mas decidiu não comentar, foi gravado pela modelo Najila Trindade, que está acusando o craque da seleção brasileira de estupro e agressão. O advogado de Najila disse que o vídeo tem na íntegra sete minutos e será apresentado para a polícia na próxima semana.

No entanto, uma parte da gravação já está circulando nas redes sociais e mostra o momento em que a modelo agride Neymar dentro de um quarto de hotel em Paris.

Em entrevista ao SBT, nesta quarta-feira (5), Trindade disse que o jogador forçou um ato sexual, mesmo depois de ela ter pedido para parar. Além disso, a modelo também diz que o craque a agrediu fisicamente e que não desejava um ato sexual naquele momento porque ambos estavam sem preservativo.

Segundo o advogado da jovem, o vídeo foi gravado no segundo dia da modelo em Paris, depois do suposto crime cometido pelo craque, e a intenção de Najila era provar por meio das imagens que realmente foi estuprada e agredida por Neymar. "Ela queria provar através do vídeo que tinha sofrido agressão", disse.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo