Depois de ter acusado o craque da seleção brasileira, Neymar Jr., de estupro e agressão, a modelo Najila Trindade foi encaminhada para o procedimento padrão nestes casos, que é a realização do exame de corpo de delito que aconteceu no mesmo dia em que a modelo prestou queixa, 31 de maio. Recentemente saiu o resultado do exame, e o laudo médico não apontou nenhuma lesão nas partes íntimas da modelo.

Ainda através da informação que foi publicada pelo site de notícias UOL Esporte nesta sexta-feira (7), uma única lesão foi detectada na modelo, em seu dedo. Vale ressaltar que em um vídeo recentemente divulgado, Najila aparece agredindo o craque dentro de um quarto de hotel, em Paris.

Após saber do resultado do exame, Danilo Garcia de Andrade, advogado da modelo, optou por não tocar no assunto durante uma entrevista coletiva na Delegacia de Defesa da Mulher.

Danilo apenas informou que ainda estava tomando ciência do inquérito, e que todas as provas estão sendo incluídas no sigilo que cerca a investigação.

O novo resultado entra em desacordo com outro laudo já existente, o qual foi realizado em uma avaliação particular por um Médico gastrologista da modelo. Segundo o médico que trabalha atualmente no Hospital Albert Einsten, o exame que foi realizado particularmente no dia 21 de maio (seis dias após o suposto crime), detectou lesões nas coxas e nas nádegas de Najila.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Fofocas

Após ter conhecimento do resultado do novo exame, o médico responsável pelo laudo foi convocado a prestar depoimento na 6ª Delegacia da Mulher, nesta sexta-feira (6), e afirmou que realmente o exame detectou ferimentos na modelo. No entanto, o profissional ressalta que as imagens não foram anexadas por ele.

Depois do depoimento, o gastrologista optou por sair da delegacia sem conceder nenhuma entrevista, apenas disse que respeitava o sigilo das investigações.

Segundo informações do advogado de Najila, o estupro causou na modelo além das lesões físicas, traumas que vem causando em Najila dificuldade para dormir. Garcia também diz que a modelo perdeu peso desde o acontecido e chora bastante, tendo que ser submetida a remédios para conter a tensão e a ansiedade.

Acusação de estupro e agressão

A modelo Najila Trindade realizou um B.O. (Boletim de Ocorrência) contra Neymar Jr.

no dia 31 de maio, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo. No documento a modelo afirma ter sofrido agressão física e ter sido estuprada pelo craque da seleção brasileira. Ainda segundo o boletim, o caso teria acontecido no dia 15 de maio, em um hotel de Paris, mas a modelo só decidiu denunciar após duas semanas, porque estaria supostamente abalada com o ocorrido.

Após as acusações, Neymar usou sua rede social para se defender, e negou ter estuprado ou agredido a modelo.

“Quem me conhece sabe do meu caráter”, disse o craque.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo