Neymar, que está sendo acusado por Najila Trindade de estupro e agressão, esteve na Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, na última quinta-feira (13) e prestou depoimento sobre o caso. O jogador chegou ao local acompanhado de seus advogados em uma van escoltada por duas viaturas da Polícia e ficou por três horas contando sua versão sobre os fatos ocorridos em Paris. O atleta detalhou como o encontro com a modelo teria acontecido e chegou a dizer que Najila mencionava que o amava e queria se casar com ele, conforme noticiou o portal G1, embasado em matéria exibida pelo "Jornal Nacional", da Rede Globo.

O depoimento do jogador

Durante depoimento prestado na delegacia, a delegada mostrou a Neymar a conclusão do laudo médico que Najila teria entregue à polícia, alegando ter sido agredida pelo jogador. No documento ficou atestado que não houve sinais de violência sexual, mas ficaram evidentes lesões físicas no corpo da modelo compatíveis com o período em que se encontrou com o atleta em Paris.

Neymar negou o estupro e contou que os tapas dados em Najila teriam acontecido a pedido da modelo, sendo assim uma relação consentida, segundo ele.

Sobre a exposição de fotos íntimas da acusadora em suas redes sociais, o jogador afirmou que Najila posou para as fotografias por vontade própria.

Ao narrar como teria sido o primeiro encontro com a modelo, Neymar disse à delegada que não estaria bêbado na ocasião e que teria bebido apenas uma dose, pois estava treinando naquele dia. Sobre as relações íntimas com Najila, o jogador reafirmou que fez uso de preservativo e que após o ato teria descartado-a no vaso sanitário.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Polícia

O atleta contou que, ainda no primeiro encontro, a modelo chegou a dizer que o amava e que teria o desejo de se casar com ele. Durante o depoimento, Neymar chegou a comentar com as delegadas: "como ela pode me amar se nem me conhecia direito?".

Narrando como teria sido o segundo encontro com Najila, Neymar falou sobre o desejo de ter levado a modelo a uma balada naquele dia, mas que quando chegou ao hotel teria sido agredido pela mesma, então decidiu ir embora.

O jogador reforçou que em nenhum momento a modelo comentou com ele sobre estupro, e que a única reclamação feita seria de que ela não era mulher de ficar sozinha, reclamando de sua ausência.

'A verdade aparece', disse Neymar

Ao final de seu depoimento, Neymar chegou a se emocionar ao falar da situação que está vivendo e de sua exposição pública em um caso de estupro. Jogador disse que este seria o pior acontecimento de sua vida e que não se compara nem mesmo às lesões que já havia sofrido.

Neymar ainda citou o momento constrangedor que sua família estaria passando e contou que o filho não estaria indo à escola, pois os amigos dizem que ele é filho de estuprador.

Ao deixar a delegacia, Neymar falou brevemente com a imprensa e agradeceu as mensagens de apoio que vem recebendo. "A verdade aparece cedo ou tarde", disse o jogador informando também que se sentia tranquilo naquele momento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo