A vida do craque de futebol Neymar Junior não anda nada fácil nos últimos dias, após o mesmo ser acusado de estuprar a modelo Najila Trindade em uma viagem que a jovem fez para encontrar o jogador em Paris, no dia 15 de maio. Ele é investigado por abuso sexual, agressão e por ter divulgado fotos íntimas da modelo na internet. O jogador também foi afastado da Copa América 2019 após sofrer uma lesão no tornozelo direito.

Além disso, Neymar está enfrentando um novo problema em sua vida, pois teve 36 imóveis bloqueados pela Justiça brasileira por motivo de sonegação fiscal.

Todos os imóveis bloqueados estão no nome do jogador, de seus familiares e de suas empresas. Entre essas propriedades estão duas mansões de luxo, que são anexas, localizadas no Guarujá (SP). Só essas duas propriedades somam mais de 3 mil metros quadrados e foram compradas no ano de 2011 por R$ 7 milhões - hoje valem mais de R$ 14 milhões.

Os demais imóveis estão localizados em Santa Catarina, Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente. Um desses apartamentos fica na Vila Mariana e é avaliado em R$ 15 milhões. Durante o bloqueio, as propriedades podem ser usadas normalmente pelo jogador e sua família, mas não podem ser vendidas. O objetivo da Justiça brasileira é que o jogador pague a dívida que possui com a Receita Federal de R$ 69 milhões.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Polícia

Sonegação de impostos

Neymar é acusado de ter sonegado impostos à Receita Federal quando foi transferido do Santos para o Barcelona. O time da Espanha teria pagado pela transferência do jogador o valor de 40 milhões de euros no período de 2011 a 2013. Esse valor foi tributado como se fosse destinado a uma empresa pertencente ao pai de Neymar, mas as autoridades entendem que, na verdade, esse valor foi direcionado à pessoa do jogador.

Na época, eles declararam o valor como se fosse destinado a uma pessoa jurídica (empresa), sendo cobrado 17% de tributos, porém, segundo as autoridades, o valor deveria ter sido declarado no nome do jogador, como pessoa física (27,5% de imposto).

No ano de 2015, o jogador foi autuado a pagar o valor de R$ 188 milhões, dividido em cerca de R$ 64 milhões de tributação, R$ 95 milhões de multa de ofício, R$ 10 milhões de juros e R$ 19 milhões de multa isolada.

Com o bloqueio desses bens do jogador, a Receita Federal espera que o mesmo quita a dívida de R$ 69 milhões referente ao valor de tributação de 2015, mais juros e multa.

Acusação contra estupro e agressão física

Na quinta-feira (13), o jogador prestou depoimento na delegacia, em São Paulo, e negou ter abusado da modelo Najila Trindade. A Justiça está aguardando a modelo entregar um vídeo de sete minutos, que ela diz ter gravado, que prova os crimes cometidos pelo jogador.

Já foram divulgados pouco mais de um minuto desse vídeo no qual mostra a modelo agredindo o jogador e não o contrário. Ela alega que o tablet onde o vídeo estava guardado foi roubado de seu apartamento, mas a Polícia não encontrou vestígios de arrombamento no imóvel da jovem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo