A Polícia Civil informou que as buscas por Paulo Cupertino, suspeito de assassinar o ator Rafael Miguel junto a seus pais no último dia 9 de junho, foram ampliadas para mais três estados, sendo estes, Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo. Segundo a polícia, denúncias que ligariam o suspeito a estes locais foram recebidas pelas autoridades responsáveis pelo caso. As informações foram obtidas pela Record TV.

Nesta terça-feira (18), novos depoimentos de testemunhas foram colhidos pela polícia. Buscas a Paulo Cupertino já foram realizadas em mais de 50 endereços. Rafael Miguel e seus pais teriam sido vítimas de treze disparos segundo laudo necroscópico.

O suspeito teria utilizado uma pistola para cometer os assassinatos.

Novas testemunhas ouvidas

Segundo o site G1, cinco testemunhas envolvidas no caso seriam ouvidas nesta terça-feira (18). De acordo com a polícia seriam ouvidos três irmãs de Paulo Cupertino, sua atual esposa e o dono de um carro que teria desaparecido da oficina e reaparecido no dia posterior. As investigações apontam que o carro pode ter sido utilizado na fuga do comerciante. A polícia já tem a informação de que um dos carros utilizado na fuga do suspeito teria sido abastecido um dia após o crime e pago com um cartão de uma familiar de Paulo. A polícia acredita, ainda, que o comerciante poderia estar escondido no interior de São Paulo ou em cidades de Minas, Espírito Santo e Goiás.

De acordo com laudo necroscópico, Paulo Cupertino teria disparado treze vezes contra Rafael Miguel e seus pais, e que a maioria dos disparos teriam atingido o ator, na região da cabeça, peito, costas e braço. O pai de Rafael teria sido atingido por quatro vezes, nas regiões do peito e braços. Já a mãe do ator teria sido atingida por dois disparos, um no peito e outro no ombro.

O delegado responsável pelo caso, Bruno Tessari, afirmou que a polícia estaria analisando os laudos a fim de compreender melhor a dinâmica dos fatos.

O crime

O ator Rafael Miguel foi morto junto aos pais, no último dia 9 de junho. O suspeito de ter cometido os assassinatos é o comerciante Paulo Cupertino, de 48 anos. Paulo não aceitaria o namoro entre sua filha, Isabela Tibcherani, e Rafael Miguel.

O ator teria ido à residência da namorada na companhia de seus pais, a fim de conversarem com o pai da jovem acerca do relacionamento entre o casal, mas teriam sido recebidos a tiros pelo comerciante. A família faleceu no local antes mesmo de ser socorrida. Paulo Cupertino fugiu do local do crime e permanece foragido da justiça. Rafael Miguel ficou nacionalmente conhecido por atuar em um comercial de TV onde pedia para que sua mãe comprasse brócolis. O ator também interpretou Paçoca, na novela "Chiquititas", exibida pelo SBT.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!