Após oito anos longe da TV, Márcia Goldschmidt, de 56 anos, que atualmente está residindo em Algarve, Portugal, concedeu uma entrevista ao programa “A Tarde é Sua”, da emissora portuguesa TVI, nesta segunda-feira (1°), onde falou sobre a doença rara de sua filha Yanne, de 6 anos. Yanne foi diagnosticada ainda em seus primeiros meses de vida com atresia de vias biliares. Vale ressaltar que Márcia teve uma carreira de sucesso na Televisão brasileira nas décadas de1990 e 2000.

Nascida de um parto prematuro aos cinco meses, quando sua mãe já estava com 50 anos, Yanne, que é gêmea de Victoria, teve que realizar um transplante de fígado e hoje segue uma vida com restrições, tendo que tomar remédios que a acompanharão por toda a vida.

Márcia diz que sua rotina é de luta com sua filha, que é acompanhada por uma equipe médica e sempre passa por crises. A apresentadora revela que Yanne tem que realizar exames de sangue de duas a três vezes no mês. “A doença não acabou”, declarou Márcia, que explicou que um transplante é simplesmente trocar uma doença fatal por uma doença crônica.

Goldschmidt também revela que recentemente sua filha teve que permanecer internada em isolamento por 15 dias devido a uma pneumonia. “A menina está toda marcada”, contou a apresentadora.

Após o nascimento das gêmeas, tendo conhecimento da doença de Yanne, Márcia teve que abrir mão totalmente de sua carreira profissional para, assim, dedicar-se integralmente às duas filhas. “Sou enfermeira e cuidadora 24 horas”, relata Márcia, que completa dizendo que chegou a estudar nutrição para poder dar às filhas uma vida de qualidade, algo que ela diz ter conseguido, já que as meninas estão grandes, fortes e saudáveis.

No entanto, devido à doença, Yanne tem que fazer o uso de imunossupressores, remédios utilizados para evitar que o corpo rejeite um órgão transplantado. Márcia também diz que Yanne é uma menina normal, mas com seu sistema imunológico comprometido. “Normal, mas imunocomprometida”, relatou a apresentadora.

Gravidez de risco

Ainda durante a entrevista, Márcia, que é casada com o pai das gêmeas, o advogado português Nuno Rêgo, contou como foi passar por uma gravidez de risco aos 50 anos.

“Foi uma gravidez ousada”, disse a apresentadora, que completou dizendo que esta gravidez fez com que ela aprendesse a não brincar com a vida.

A apresentadora relatou que quando começou a se relacionar com Nuno, ela já era mãe, mas ele não tinha filhos ainda, então ela pensava: “esse homem um dia vai querer ter filhos”. Márcia disse então que chegou até o companheiro e perguntou se ele queria ser pai, e ele prontamente disse sim.

Goldschmidt relata que diante da resposta de seu parceiro o disse que ela não poderia mais ser mãe devido a sua idade, mas ele insistiu para que ela procurasse um médico para avaliar a possibilidade de engravidar.

Após a realização de exames, o profissional da saúde disse a apresentadora que ela poderia sim fazer uma tentativa de engravidar, e assim o fez. Logo depois, Márcia disse ter ido para Portugal, já consciente do que seria criar duas filhas aos 50 anos.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!