Nesta semana, a produtora norte-americana Walt Disney Pictures divulgou o elenco da nova versão de mais um de seus clássicos e a notícia teve grande repercussão na internet. Isso porque a companhia informou o nome de uma atriz negra para protagonizar a princesa Ariel, personagem principal do filme "A Pequena Sereia".

A história é inspirada no conto de fadas de Hans Christian Anderson e foi originalmente lançada no ano de 1989. O enredo conta a trajetória da princesa Ariel, uma sereia que sonha viver em terra firme, ao lado dos humanos. Naquele ano a animação levou as estatuetas de melhor trilha sonora e melhor canção do Oscar com "Under the Sea".

A nova versão do filme, ainda sem data de estreia, vai ser produzida no formato live-action, técnica que busca reproduzir uma animação original e tornar a história mais próxima da realidade por meio de tecnologia de ponta, cenários e personagens reais. A releitura vai ser dirigida por Rob Marshall, diretor conhecido por obras como "Chicago" (2002), "Caminhos da Floresta" (2014) e "O Retorno de Mary Poppins" (2018) e deve começar a ser gravada no ano que vem.

Halle Bailey

A recente polêmica gira em torno da escolha da jovem cantora e atriz Halle Bailey, de 19 anos, para interpretar a protagonista da história que, como se sabe, foi estereotipada como uma personagem ruiva em sua primeira versão. Apesar da pouca idade, a artista registra em seu currículo o duo "Chloe x Halle", que formou em 2015 com sua irmã para performar canções de R&B.

A dupla mantém um contrato na Columbia Records, mesma gravadora da popstar Beyoncé. Bailey também traz na bagagem a conhecida personagem Sky Forster da série televisiva "Grown-ish", derivada de "Black-ish".

Repercussão na internet

O anúncio foi realizado nessa quarta-feira (3), e a atriz aproveitou seus perfis oficiais nas redes sociais para comemorar a decisão da Disney.

No Instagram e no Twitter, a jovem publicou uma arte feita por fãs que reproduzia uma sereia negra com a seguinte legenda: "o sonho virou realidade".

Contudo, no mesmo dia, Halle Bailey desativou a opção de comentários das suas fotografias no seu perfil oficial do Instagram, muito provavelmente por conta das declarações racistas que recebeu por parte do público.

Na publicação do Twitter, ainda é possível observar respostas preconceituosas.

Parte dos internautas defende a escolha de Halle Bailey para interpretar a princesa Ariel, motivados pela representatividade promovida pela obra. O fato é incomum nas releituras hollywoodianas e a escalação da jovem foi considerada um avanço da luta pela diversidade.

A prática é inclusive denominada pelo termo em inglês "color-blind casting", onde a etnia do personagem não influencia na contratação de um ator. No entanto, alguns usuários da web afirmam que a escolha de uma protagonista negra para viver a Pequena Sereia descaracteriza a história original.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!