Uma notícia triste pegou o ramo jornalístico de surpresa neste último domingo (21). Um dos principais nomes da GloboNews, José Roberto Burnier, de 58 anos, pediu licença do trabalho para fazer um tratamento de saúde. O jornalista descobriu durante a última semana que está com câncer.

O jornalista teria descoberto um câncer na boca. A doença estaria localizada na base da língua, forma comum de tumor nesse tipo de doença.

Após descobrir a doença na semana passada, o jornalista pediu licença de seu posto na bancada do jornal "Em Ponto", que é transmitido na GloboNews, e desde a última sexta-feira está afastado para que possa se dedicar exclusivamente ao tratamento para combater a doença.

A princípio, o afastamento de Burnier será pelo período de três meses. A GloboNews ainda definirá um substituto para o jornalista durante o período que ficará afastado das telinhas.

Carreira de José Roberto Burnier

O jornalista nasceu em Campinas, no interior de São Paulo, e entrou na Rede Globo nos anos 80, em uma afiliada na cidade de nascimento. No ano de 1986, o jornalista foi apresentar o "Globo Rural", onde ficou durante dois anos. Em 1988 ele passou a fazer a cobertura dos principais assuntos do país para o "Jornal Nacional". Ele participou também do programa dominical "Fantástico".

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

Entre 1994 e 1996, Burnier foi editor-chefe e âncora do jornal "Bom Dia São Paulo".

Logo depois, Burnier foi corresponde da Globo em Buenos Aires, na Argentina. Desde o ano de 2018 ele está trabalhando diariamente no canal GloboNews, apresentando o jornal "Em Ponto", que vai ao ar de segunda a sexta, e tem duração de três horas.

Antes disso ele estava como repórter do "Jornal Nacional", mas como estava ficando sem espaço na atração, ele produzia pautas para o "Jornal Hoje" e para o "Jornal da Globo".

Em sua trajetória jornalística, José Roberto Burnier fez a cobertura de grandes eventos que ocorreram no Brasil. Ele cobriu o assassinato da menina Isabella Nardoni, que comoveu o Brasil inteiro.

Burnier participou de reportagens que cobriram o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), além de cobrir a morte do candidato a presidente do Brasil Eduardo Campo. Ele cobriu outras grandes tragédias que aconteceram no Brasil, como o massacre do Carandiru e o caso de Suzana von Richthofen.

No ano de 2006, o jornalista cobriu e acompanhou o tratamento de José de Alencar, na época vice-presidente da República, contra um câncer na região do abdome. Essa cobertura rendeu a ele um livro, "Os últimos passos de um vencedor - Entre a vida e a morte, o José Alencar que conheci", publicado pela Editora Globo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo