Neste domingo (21), padre Marcelo Rossi celebrou a missa como sempre faz, só que a de hoje teve um gostinho especial, pois, completa exatamente uma semana que ele foi empurrado de cima da estrutura onde estava em Cachoeira Paulista, São Paulo, falando para milhares de pessoas presentes, além da muitas que acompanhavam tudo ao vivo pela internet.

Felizmente foi só um grande susto, o religioso contou logo em seguida que estava sentindo algumas dores, mas não sofreu nenhum ferimento grave.

Os fiéis ficaram preocupados porque em casos assim a pessoa costuma não ter nenhum machucado aparente, mas internamente algo grave pode ter acontecido. Mas tudo indica que nada disso aconteceu com padre Marcelo, pois, ele se mostrou bastante animado.

Só que o religioso ficou emocionado, disse que é um milagre estar vivo e até chorou, deixando os fiéis também emocionados.

Do empurrão ao milagre

O vídeo da mulher empurrando o padre viralizou no domingo passado, pois, ela foi correndo por trás do religioso e com muita força o jogou lá do alto.

Padre Marcelo lembrou hoje que ele sentiu uma forte dor, mas mesmo assim ficou consciente o tempo todo.

O religioso contou que no momento em que foi empurrado, sentiu uma forte presença de Deus e era como se estivesse sendo batizado novamente, porque foi um renascimento. O padre ainda contou que se o 'inimigo' pensou que era forte, acabou vendo que não era e o que poderia ser até uma tragédia, se transformou em uma bênção. "Só sei que, naquele momento, veio uma consciência tão forte que Deus estava me dando de novo o batismo. Nasci novamente", disse o padre.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Curiosidades

Padre se emociona em missa

Lembrando do que aconteceu há exatamente uma semana, padre Marcelo Rossi disse que a vida é uma passagem e tentou incentivar os jovens presentes a sempre buscarem Deus, pois, assim não irão se perder jamais.

Em meio às lágrimas, padre Marcelo disse que o demônio ficou com muita raiva de ter visto tantos jovens em Cachoeira Paulista louvando a Deus, mas depois de sua queda, Deus o levantou.

Logo em seguida, lembrou a todos que o mundo proporciona uma série de caminhos, mas quem conhece Jesus e Maria jamais se perderá, lembrando a todos que o mundo pode até derrubar as pessoas algumas vezes, mas Deus dará força para se levantar.

Cerca de 50 mil pessoas estavam no evento em Cachoeira Paulista quando o líder religioso foi derrubado do alto da estrutura, mas alguns minutos após o incidente, o padre já fez questão de divulgar um vídeo afirmando que não foi nada grave e que apesar de sentir algumas dores, não havia se machucado gravemente.

Ele fez questão de não registrar um boletim de ocorrência contra a mulher que o empurrou e ainda pediu que não fizessem nada contra ela.

A mulher que agrediu o padre tem 32 anos, sofre de transtorno bipolar e já faz tratamento psiquiátrico, ela viajou do Rio de Janeiro até o evento, levando o filho de apenas 2 anos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo